Notícias | Dia a dia | US Open
Azarenka defende vacinação obrigatória dos tenistas
02/09/2021 às 13h31

Nova York (EUA) - Uma questão que ainda tem movimentado bastante o circuito, principalmente depois que o grego Stefanos Tsitsipas resolveu disparar contra, a vacinação voltou a ser abordada pela bielorrussa Victoria Azarenka, que após sua vitória na segunda rodada no US Open enalteceu a volta dos fãs vacinados às arquibancadas em Nova York.

Questionada sobre sua fala em quadra, a bielorrussa mostrou firmeza em seu ponto de vista e cobrou uma obrigatoriedade da vacinação para os tenistas. “Acho que é uma questão que vai e volta, vejo que a maioria das pessoas ainda está tentando ser progressista e tentando encontrar uma solução para seguir em frente, o que na minha opinião faz parte da vacinação”, começou Vika.

“Gostaria de começar esta conversa entre os tenistas, porque para mim é um pouco bizarro que os torcedores tenham de ser vacinados e os jogadores não. Na minha opinião, é inevitável que isso seja obrigatório em algum momento, como outras ligas estão fazendo. Não vejo sentido em protelar, realmente, porque acho que todos queremos estar seguros e todos queremos continuar fazendo nosso trabalho e sei que há muitas discussões sobre isso”, falou a bielorrussa.

+ Tsitsipas: 'Acho positivo que os jovens passem o vírus'
+ Cash pede aos jovens tenistas que não se vacinem

Azarenka disse que respeita as opiniões de todos. “Desde que não seja uma teoria da conspiração. Se você realmente tem um conhecimento decente e pesquisou, tem seus fatos, estatísticas e pesquisas, isso é uma conversa diferente. Mas eu sinto que aquela parte de que você precisa saber sobre o que fala realmente está faltando para muitos jogadores”, disparou a ex-número 1 do mundo.

“Espero que como um coletivo tomemos a melhor decisão para o nosso negócio, para a nossa saúde, para os torneios e para o público. Acho que precisamos começar essa conversa porque, como eu disse, na minha opinião é simplesmente inevitável (a vacinação)”, finalizou Azarenka, que após derrotar a italiana Jasmine Paolini terá pela frente um jogo duríssimo contra a espanhola Garbiñe Muguruza.

Comentários