Notícias | Dia a dia | US Open
Simon não se vacina e deixa Open por covid do técnico
28/08/2021 às 17h53

Nova York (EUA) - A opção por não ter se vacinado custou a Gilles Simon a vaga direta que tinha na chave principal do US Open. O nome do veterano francês não apareceu no sorteio realizado na quinta-feira e a explicação foi dada neste sábado.

Seu treinador, Étienne Laforgue, foi diagnosticado com Covid-19 e como o tenista ainda não se vacinou por decisão própria, acabou retirado do US Open, conforme as regras determinadas pela Associação norte-americana, já que se trata de um contato direto.

Simon não se arrependeu: "Eu não quis me vacinar porque não tenho medo do vírus. Minha filosofia é que, se você tem medo do coronavírus, então se vacine. Caso contrário, não".

 

Comentários