Notícias | Dia a dia | US Open
Medvedev diz ter feito mais do que ousaria sonhar
27/08/2021 às 15h09

Nova York (EUA) - Atual número 2 do mundo, o russo Daniil Medvedev mostrou encarar o circuito de uma maneira um pouco diferente. Em entrevista ao Spox, ele analisou sua carreira esportiva de uma forma mais abrangente, disse não se focar nas conquistas e explicou que sua competitividade fica mais de uma maneira interna, tentando sempre melhorar como tenista.

“Não tenho os Grand Slams como único objetivo, mas não estou decepcionado com o que fiz até agora. Claro que eu poderia sentar e dizer que quero ganhar 30 Slams e 55 Masters 1000, mas isso é praticamente impossível. Minha meta é dar o meu melhor dentro e fora da quadra. Quero trabalhar o máximo que posso e tento vencer todos os jogos em que entro numa quadra”, falou o russo.

“Realizei mais na minha carreira do que ousaria sonhar. Não me interpretem mal, ainda quero realizar muito mais, só que esta é a minha personalidade. O mais importante é que quando eu deixar a raquete de lado, poderei dizer honestamente para mim mesmo que dei tudo de mim na quadra”, complementou o vice-líder do ranking.

Medvedev ainda salientou ter conquistado coisas incríveis e garantiu que não irá se arrepender em nada se não vencer mais. O russo também foi questionado sobre a presença de público e comemorou poder contar com as arquibancadas cheias neste US Open.

“É muito mais divertido quando você ouve os fãs gritando seu nome, mesmo quando estão contra você. Agora no US Open vamos experimentar novamente estádios cheios de gente em sessões noturnas, algo que pode se assemelhar à atmosfera de qualquer estádio de futebol. Isso combina com Nova York, que é eletrizante à noite”, observou o russo.

Comentários