Notícias | Dia a dia
Bia domina o jogo e avança no quali do US Open
25/08/2021 às 16h44

Bia tenta voltar à chave principal do US Open após quatro anos

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - A participação de Beatriz Haddad Maia no qualificatório para o US Open começou com uma vitória bastante tranquila. Única brasileira na luta por vaga na chave feminina de simples, Bia superou a espanhola Irene Burillo Escorihuela, 241ª do ranking, por 6/2 e 6/3 em apenas 1h14 de partida.

Paulista de 25 anos, Bia é a atual 174ª do mundo, ocupando sua melhor marca na temporada. Mas ela ainda está distante de seu recorde pessoal, que foi o 58º lugar. Por ter vencido um jogo no quali do US Open, já garante 20 pontos na WTA, podendo fazer 30 se vencer mais uma.

A próxima adversária de Bia no quali será a búlgara Viktoriya Tomova, 117ª do ranking, que venceu a norte-americana Grace Min, 165ª colocada, por 6/0 e 6/4. A canhota paulista jamais enfrentou Tomova pelo circuito profissional. Já para a terceira rodada do quali, as possíveis rivais seriam a britânica Harriet Dart, a norte-americana Peyton Stearns, a georgiana Ekaterine Gorgodze ou a italiana Lucrezia Stefanini.

Bia só disputou a chave principal em Nova York uma vez, em 2017, quando foi superada na estreia. Em sua carreira profissional, ela tem seis participações em chaves de Grand Slam, com quatro vitórias, duas no Australian Open e mais duas em Wimbledon. Sua última aparição em uma chave principal de Slam foi na grama de Wimbledon em 2019.

Bia só perdeu dois pontos no saque durante o 1º set
A partida começou muito tranquila para Bia, que dominou o primeiro set. Ela só perdeu dois pontos em seus games de serviço durante a parcial e apostou em devoluções profundas no saque da adversária para tomar a iniciativa dos pontos. A brasileira conseguiu duas quebras e, por pouco, não quebrou de novo quando já vencia por 5/1.

Bia também abriu vantagem no segundo set, chegando a liderar por 3/0 com duas quebras de vantagem. Mesmo perdendo um game de serviço, em um breve momento de oscilação, a número 1 do Brasil soube administrar o placar até o final da partida e conseguiu uma nova quebra para definir a vitória em sets diretos.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva