Notícias | Dia a dia
Barty dá show e conquista 5º título na temporada
22/08/2021 às 16h36

Barty irá ampliar sua vantagem na liderança do ranking mundial

Foto: Western & Southern Open

Cincinnati (EUA) - Com uma excelente atuação na tarde deste domingo, Ashleigh Barty mostrou mais uma vez porque é a número 1 do mundo e conquistou seu quinto título título na temporada. A australiana confirmou o favoritismo na final do WTA 1000 de Cincinnati e superou a suíça Jil Teichmann, 76ª do ranking, com parciais de 6/3 e 6/1 em apenas 1h13 de partida.

Aos 25 anos, Barty chega ao 13º título da carreira. Só em 2021, ela também foi campeã de Wimbledon, no WTA 1000 de Miami e nos WTA 500 de Melbourne e Stuttgart. A número 1 do mundo também foi finalista no saibro de Madri, onde foi superada por Aryna Sabalenka, e já acumula 40 vitórias e apenas sete derrotas na temporada.

Barty vai ampliar a vantagem no topo e Sabalenka será nº 2

Barty já acumula 89 semanas como número 1 do mundo, sendo 82 consecutivas. Ela tem mais de dois mil pontos de vantagem para a segunda colocada, Naomi Osaka, e vai aumentar essa diferença. O título de Cincinnati rende 900 pontos para uma jogadora que não defende nada. Com isso irá para a 10.285 no total. Já Osaka foi finalista no ano passado e defendia 585 pontos. Como caiu nas oitavas, fez apenas 105, e ficará com 6.666, sendo até ultrapassada por Sabalenka, que será a nova número 2.

Sem perder sets na semana, Barty passou por três campeãs de Grand Slam durante o torneio. Ela derrotou Victoria Azarenka nas oitavas, Barbora Krejcikova nas quartas e Angelique Kerber na semifinal. Com grande desempenho no saque, sequer enfrentou break-points nos primeiros sets desses três jogos, algo que se repetiu na final deste domingo.

Teichmann surpreendeu favoritas e salta no ranking
Já a vice-campeã Teichmann encerra uma excelente semana no circuito. A suíça de 24 anos eliminou Naomi Osaka, Belinda Bencic e Karolina Pliskova. Com os 585 pontos da final, vai saltar para o 45º lugar do ranking, ficando apenas quatro posições abaixo da melhor marca da carreira. Na atual temporada, ela já havia sido semifinalista em Dubai. Além disso, quatro de suas cinco vitórias contra top 10 foram conquistadas em 2021. Ela tem dois títulos de WTA 250, conquistados ainda em 2019.

Australiana chegou a vencer oito games seguidos

Logo no início de partida, Barty tentou repetir o que já vinha fazendo durante todo o torneio: controlar os games de serviço com tranquilidade, combinando muito bem o saque e a primeira bola com o forehand e colocar pressão nos games da adversária. Teichmann precisou salvar break-point logo em seu primeiro game de saque, mas conseguiu escapar. As sacadoras prevaleceram até o empate por 3/3. Na reta final do set, Barty usou de suas já características variações de altura e peso de bola, apostando nos slices de backhand e drop-shots para finalmente conseguir a quebra. A australiana definiu a parcial no saque logo depois, fechando o set com 16 winners contra apenas 5 da rival.

O domínio de Barty ficou ainda maior no segundo set, em que a australiana seguia confirmando seus games de serviço com absoluta tranquilidade e criando diversas oportunidades no serviço de Teichmann. Não demorou para que a australiana conseguisse as quebras que a deixaram com 5/0 no placar. Já a suíça, que precisou de um atendimento médico para o pé direito durante a partida, devolveu uma das quebras para evitar o 'pneu', mas não escapou da derrota. Barty fez 28 a 12 em winners e cometeu 21 erros contra 26 de Teichmann na partida.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva