Notícias | Dia a dia
Granollers e Zeballos conquistam 4º Masters juntos
22/08/2021 às 15h27

Granollers e Zeballos já haviam vencido o Masters 1000 de Madri este ano

Foto: Western & Southern Open

Cincinnati (EUA) - O espanhol Marcel Granollers e o argentino Horacio Zeballos conquistaram neste domingo o Masters 1000 de Cincinnati. Eles venceram uma equilibrada final contra os norte-americanos Steve Johnson e Austin Krajicek por duplo 7/6 (7-5) em 1h52 de partida. Este é o sexto título de Granollers e Zeballos jogando juntos, sendo os quatro Masters 1000.

Em torneios dessa magnitude, a parceria já havia sido campeã no Canadá em 2019, em Roma no ano passado e em Madri na atual temporada. Além disso, conquistaram dois títulos de ATP em quadras de saibro no Rio de Janeiro e em Buenos Aires na temporada passada. Granollers, de 35 anos e número 10 no ranking de duplas, tem agora 23 títulos de ATP, sendo seis Masters 1000. Já oi canhoto Zeballos está com 36 anos, é o sexto do ranking e venceu 18 torneios, incluindo quatro deste porte.

"Acho que estamos jogando um ótimo tênis. Estamos muito confiantes, tentando dar o nosso melhor. Treinamos todos os dias no que podemos melhorar", disse Zeballos após a partida. "Acho que essa é a chave, na verdade, trabalhar duro e tentar ser agressivo. Estamos fazendo essas coisas e jogando muito bem".

Granollers e Zeballos escaparam de um set-point

O primeiro set da final deste domingo não teve quebras de serviço, sendo que Granollers e Zeballos precisaram salvar um set-point no saque, quando perdiam por 6/5. Além disso, a dupla norte-americana começou melhor no tiebreak, abriram 3-0 e chegaram a liderar por 4-1, mas o espanhol e o argentino venceram seis dos últimos sete pontos disputados na parcial.

Granollers e Zeballos começaram bem no segundo set e abriram 2/0 no placar, mas sofreram a quebra logo na sequência. Depois disso, a parcial teve amplo domínio dos sacadores, que então enfrentaram mais break-points até o final do jogo. Os norte-americanos perderam apenas um ponto no serviço durante o tiebreak e isso foi determinante para o resultado final.

"Acho que o tiebreak do segundo set foi 50/50. No primeiro set, eles venciam por 3 a 0, com dois minibreaks. Foi muito importante ficar positivo lá, tentar ganhar um ponto lá no 3-3. Conseguimos", avaliou Granollers. "E no final do primeiro tiebreak, colocamos muitas bolas em quadra e jogamos nosso melhor tênis. Foi muito importante para nós. Então quebramos no início do segundo set, mas eles nos quebraram. Estávamos focados o tempo todo, mas sabíamos que estávamos jogando um bom tênis e lutamos até o final da partida".

Norte-americanos ainda lutam pelo primeiro Masters

O único torneio de nível ATP que Johnson e Krajicek haviam disputado juntos havia sido a edição passada do Masters de Cincinnati, quando o evento precisou ser transferido para Nova York em função da pandemia. Na ocasião, eles também jogaram bem e foram semifinalistas.

Johnson, de 31 anos, tem apenas um título de duplas no circuito da ATP, conquistado ao lado de Sam Querrey no saibro de Genebra em 2016. Ele ocupa o 125º lugar no ranking de duplas. O canhoto Krajicek, também de 31 anos, está na 53ª posição já venceu quatro torneios no circuito e tentava conquistar seu primeiro Masters 1000.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva