Notícias | Dia a dia
Zverev: 'Estava com pouca energia. Foi dramático'
22/08/2021 às 14h02

Zverev sofreu com problemas físicos durante a semifinal contra Tsitsipas

Foto: Western & Southern Open

Cincinnati (EUA) - Depois de conseguir uma difícil vitória na semifinal do Masters 1000 de Cincinnati, Alexander Zverev classificou como "dramática" a partida que fez contra Stefanos Tsitsipas. O alemão passou mal durante o jogo, sentindo problemas estomacais, e recebeu a visita dos médicos do torneio em quadra. Ainda assim, conseguiu vencer um duelo de 2h41 para garantir vaga na decisão. Aos 25 anos, o atual número 5 do mundo vai em busca do 17º título e o quinto Masters 1000.

"Não me sentia bem. No meio do segundo set, senti pouca energia e meu estômago estava revirando um pouco. Foi uma partida muito dramática contra um dos melhores jogadores do mundo. Acho que Stef tem jogado um tênis incrível. Acho que a partida que fizemos hoje não seria igual sem a torcida, se é que você me entende. Seria completamente diferente", disse Zverev após a vitória sobre Tsitsipas por 6/4, 3/6 e 7/6 (7-4) no sábado à noite em Cincinnati.

O alemão perdia o último set por 4/1, com duas quebras abaixo e acredita que ter devolvido uma das quebras no sexto game da parcial foi determinante para a virada. "Depois da primeira quebra, para diminuir para 4/2, pensei que eu teria uma chance, porque ele não estava sacando tão forte e eu conseguia disputar os ralis. Acho que se ele confirmasse o saque para aumentar o placar para 5/1, provavelmente eu não venceria a partida. Mas estou feliz com o que aconteceu. Eu comecei a me sentir um pouco melhor e comecei a acreditar em mim novamente. Acho, sim, esse foi o momento chave".

Zverev enfrenta neste domingo o russo Andrey Rublev, sétimo do ranking, em busca do título. O alemão venceu todos os quatro duelos anteriores contra Rublev no circuito. Com diferença de idade de apenas seis meses, os dois são bons amigos.

"Ele está jogando o tênis da vida dele. Acho que vencer o Daniil mostra que está em uma forma incrível agora. Claro que vai ser difícil, mas também é divertido. Eu conheço Andrey desde que tínhamos 11 anos. Nós somos amigos há muito tempo. É ótimo ver quanto tempo percorremos e que estamos jogando grandes partidas e competindo pelos maiores títulos juntos".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva