Notícias | Dia a dia
Barty volta a superar Kerber e joga 6ª final do ano
21/08/2021 às 13h46

Barty tenta conquistar seu quinto título no ano e ainda não perdeu sets em Cincinnati

Foto: Jimmie48/WTA

Cincinnati (EUA) - Com uma temporada muito consistente no circuito, a número 1 do mundo Ashleigh Barty alcançou sua sexta final de 2021. Vencedora de quatro torneios no ano, a australiana garantiu vaga na decisão do WTA 1000 de Cincinnati depois de vencer a alemã Angelique Kerber, ex-líder do ranking e atual 22ª colocada, por 6/2 e 7/5 em 1h14 de partida. Foi a quarta vitória de Barty em seis jogos contra Kerber no circuito, sendo a segunda na temporada. Ela também havia derrotado a alemã na semifinal de Wimbledon.

Com 39 vitórias só em 2021, Barty já conquistou Wimbledon, o WTA 1000 de Miami, e dois WTA 500 em Stuttgart e Melbourne. Também foi vice no saibro de Madri, onde foi superada por Aryna Sabalenka na decisão. A australiana de 25 anos tem doze títulos na carreira e disputará sua 19ª final no circuito. Além de liderar o ranking mundial com mais de dois mil pontos de vantagem para a segunda colocada Naomi Osaka, Barty também está na primeira posição da corrida por uma vaga no WTA Finals, que considera apenas os pontos conquistados este ano.

A adversária de Barty na final prevista para às 15h (de Brasília) deste domingo sairá da partida entre a tcheca Karolina Pliskova, número 4 do mundo, e a suíça Jil Teichmann, 76ª do ranking e algoz de grandes nomes como Naomi Osaka e Belinda Bencic. A australiana tem seis vitórias e duas derrotas contra Pliskova, incluindo dois triunfos na atual temporada, e jamais enfrentou Teichmann no circuito profissional.

Barty não perdeu sets na campanha até a final de Cincinnati, apesar de ter enfrentando grandes nomes nomes ao longo do torneio. Foram três vitórias seguidas contra campeãs de Grand Slam, já que ela passou por Victoria Azarenka nas oitavas e por Barbora Krejcikova nas quartas. A australiana também eliminou a britânica Heather Watson em sua partida de estreia.

O primeiro set da partida teve o domínio de Barty, que conseguiu duas quebras de serviço consecutivas e apostou muito em suas variações de golpes. Uma das quebras, surgiu quando a australiana surpreendeu Kerber ao devolver o saque da alemã com um drop-shot no break-point. A número 1 do mundo variava altura e peso de bola para minar a consistência da adversária e terminou a parcial com 13 winners contra 6, cometeu 7 erros contra 10 e não enfrentou break-points.

Barty iniciou o segundo set quebrando o serviço de Kerber e abriu 2/0, mas passou por um momento de oscilação na partida, já que perdeu dois games de saque consecutivos e permitiu a virada para 3/2. A australiana logo conseguiu se recompor e devolveu a quebra de imediato. A disputa na reta final da partida ficou mais centrada em trocas de fundo. Barty escapou do último break-point que enfrentou e conseguiu uma nova quebra quando já vencia por 6/5 para fechar o jogo. A australiana fez 29 a 16 em winners e cometeu 18 erros contra 21 de Kerber.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG