Notícias | Dia a dia
Tsitsipas garante que o favoritismo é de Zverev
21/08/2021 às 11h18

Cincinnati (EUA) - O grego Stefanos Tsitsipas se colocou abaixo do russo Daniil Medvedev e de seu adversário deste sábado, o alemão Alexander Zverev, na cotação de favoritismo para conquistar o Masters 1000 de Cincinnati. Os dois farão o jogo da rodada noturna, às 19 horas de Brasília, com histórico vantajoso do grego de 6 a 2.

"Ele vem de uma campanha incrível (no torneio olímpico) e certamente é o favorito a este título ao lado de Medvedev", afirmou Tsitsipas. "Vou ter que jogar meu melhor se quiser ter chances. Vi Zverev em Tóquio e ele esteve sensacional". O alemão derrotou o número 1 Novak Djokovic na semifinal e ficou depois com a medalha de ouro.

Sobre o duelo em três sets contra o canadense Felix Auger-Aliassime, Tsitsipas destacou sua postura emocional ao ver o jogo ser esticado. "O tênis de hoje é muito mental e assim acontecem coisas como essas no segundo set, mas mantive meu plano de jogo e as coisas se saíram bem", analisou o cabeça 2, que teve dois match-points no final desse set, mas que foram evitados com grandes serviços do adversário.

Ele elogiou o canadense, sobre quem agora tem cinco vitórias em sete confrontos. "Felix é um jogador fantástico, um dos melhores da atualidade. Sabia que não seria um jogo fácil, então sai decidido a ser ofensivo. Foi um duelo emocionante e encontrei soluções, algumas ideias novas para reverter a situação".

Zverev aposta em espetáculo
Depois de realizar aquele que considerou sua melhor exibição da semana, Zverev se diz satisfeito com seu nível de jogo no retorno ao circuito e sabe que terá um desafio na semifinal. "Não era um jogo fácil contra (Casper) Ruud, mas foquei em fazer meu jogo e acabei tendo uma vitória até cômoda", avaliou ele, que saiu de 1/3 no segundo set e venceu cinco games consecutivos.

Ele considera Tsitsipas num grande momento e afirma estar ansioso pelo reencontro. "Quando se chega numa semifinal de Masters, nunca haverá um jogo tranquilo. Ele está muito bem e acredito que será um espetáculo para o público". O alemão ganhou este ano na final de Acapulco, mas foi superado no saibro de Roland Garros.

Aliassime não teme contusão
O canadense Felix Aliassime precisou ser atendido pelo fisioterapeuta antes do segundo set nas quartas de final de sexta-feira, mas não vê problemas para o US Open. "Senti uma sobrecarga na parte inferior das costas, mas nada sério", afirmou. "Fiquei um tanto frustrado por não estar em condições de competir ao máximo, mas terei agora tempo para descansar e me preparar bem para Nova York".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva