Notícias | Dia a dia
Aliassime faz quartas de Masters pela segunda vez
20/08/2021 às 00h08

Cincinnati (EUA) - O canadense Felix Auger-Aliassime enfim derrotou o amigo pessoal Matteo Berrettini e assim está pela segunda vez na carreira na rodada de quartas de final de um evento de nível Masters 1000. O número 17 do ranking marcou sua sexta vitória sobre um top 10 com as parciais de 6/4 e 6/3.

Há dois anos e meio Aliassime fez uma campanha inesperada em Miami. Saiu do qualificatório e foi até a semifinal, batido em dois tiebreaks pelo então número 9 do mundo John Isner. Daí em diante, somou apenas mais oito vitórias em nível Masters até chegar esta semana e embalar em Cincinnati, superando Marton Fucsovics e Karen Khachanov.

Seu desafio desta sexta-feira é ainda maior: reencontra o grego Stefanos Tsitsipas, segundo cabeça do torneio. Já fez seis duelos contra ele e ganhou os dois primeiros, realizados em 2019, mas desde a ascensão de Tsitsipas só tirou um set em quatro partidas. Nesta temporada, perdeu nas quartas de Acapulco e de Barcelona. O grego também venceu a final de Marselha em 2020.

A boa campanha até aqui fará com que Aliassime, de 21 anos, suba dois postos e volte ao 15º posto, que permanece seu recorde pessoal. Para avançar, terá de ganhar ao menos mais duas rodadas e portanto chegar à final.

Grandes amigos e habituais parceiros de treino, Aliassime havia perdido os dois jogos oficiais anteriores para Berrettini, incluindo recente quartas de final de Wimbledon. Na partida desta noite, os dois trocaram quebras nos três primeiros games. O italiano jamais se mostrou à vontade com o serviço, tendo de salvar cinco break-points entre o sexto e oitavo games até enfim ser quebrado no décimo diante de excelente devolução profunda e cruzada do canadense.

A fragilidade do italiano no serviço se estendeu para o começo do segundo set e Aliassime abriu então 3/0. Novamente, Berrettini jamais mostrou capacidade de ameaçar o saque adversário. Aliassime fechou o jogo de 1h35 com mais winners (14 a 11) e menos erros (21 a 31), tendo acertado 63% do primeiro serviço e vencido 88% desses pontos, incluindo sete aces. Berrettini foi mal com o primeiro saque, com 57% de acerto e apenas 64% de eficiência.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva