Notícias | Dia a dia
Após 8 anos, Paire volta às quartas de Masters 1000
19/08/2021 às 16h11

Paire não vencia três partidas seguidas desde janeiro do ano passado no ATP 250 de Auckland

Foto: ATP

Cincinnati (EUA) - O fraco desempenho do francês Benoit Paire na temporada parece ter ficado no primeiro semestre. Nesta quinta-feira, ele venceu a 11ª no ano e a nona desde Wimbledon, superando o norte-americano John Isner em batalha de três sets, dois tiebreaks e 2h18 de duração, fechando o jogo com o placar de 7/6 (7-1), 6/7 (2-7) e 6/1.

Atual número 50 do mundo, o francês se garantiu nas quartas de final do Masters 1000 de Cincinnati, algo que não conseguia fazer neste nível de torneio desde 2013, quando foi até as semifinais do Masters 1000 de Roma. Ele espera agora pelo vencedor do duelo entre o compatriota Gael Monfils e o russo Andrey Rublev.

Paire não vem encontrando facilidade para avançar em Cincinnati. Ele precisou de três sets para superar seus três obstáculos no torneio, o primeiro deles o sérvio Miomir Kecmanovic, o segundo o canadense Denis Shapovalov, cabeça de chave número 6, e agora Isner.

Os dois primeiros sets da partida seguiram mais ou menos o mesmo roteiro e foram definidos no tiebreak. Na parcial inicial, Paire chegou a abrir 2/0, mas perdeu a vantagem e só fechou no desempate. Já na segunda, o francês perdeu um match-point quando Isner sacava em 4/5 e depois levou a pior em novo tiebreak.

A definição foi então para o terceiro set, no qual Isner baixou o nível e não jogou um grande tênis. O eu aproveitamento de saque, que fora de 66% na primeira parcial e 72% na segunda, despencou para apenas 43% e assim ele foi presa fácil para o francês, que anotou três quebras e assegurou uma importante vitória.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva