Notícias | Dia a dia
Pliskova vence 10 games seguidos e revê Sabalenka
13/08/2021 às 16h42

Pliskova venceu o duelo mais recente contra Sabalenka na semifinal de Wimbledon

Foto: Omnium Banque Nationale

Montréal (Canadá) - Pouco mais de um mês depois de protagonizarem uma das semifinais de Wimbledon, Karolina Pliskova e Aryna Sabalenka vão se enfrentar também na semi do WTA 1000 de Montréal. A bielorussa já havia confirmado sua vaga na próxima fase no início da rodada desta sexta-feira, e a tcheca avançou na competição logo depois. A número 6 do mundo superou a espanhola Sara Sorribes, 48ª colocada, por 6/4 e 6/0 em 1h20 de partida.

Apesar de Sabalenka liderar o histórico de confrontos entre elas por 2 a 1, Pliskova levou a melhor no duelo mais recente, valendo vaga na final do Grand Slam londrino. A tcheca de 29 anos e ex-líder do ranking tem 16 títulos no circuito profissional da WTA e busca a 32ª final da carreira. Este ano, além do vice-campeonato em Wimbledon, ela também foi finalista no saibro de Roma.

"Eu joguei contra a Aryna em Wimbledon há algumas semanas, então sei o que esperar. Eu sei o que tenho que fazer para vencê-la, ou pelo menos estar perto da vitória. Então, vamos ver se consigo fazer isso. Não acho que será um jogo totalmente diferente com apenas algumas semanas de intervalo, só porque estamos em outro piso", disse Pliskova sobre o duelo com Sabalenka na semi. "Já jogamos antes na grama e na quadra dura. As condições aqui são muito rápidas e com bastante vento nos últimos dias. Pode ser muito complicado devolver algumas bolas dela, mas sei exatamente o que tenho que fazer".

Pliskova chegou a vencer dez games seguidos no duelo contra Sorribes nas quartas. O início de partida foi complicado para a tcheca, que perdeu dois de seus primeiros três games de serviço, e viu a rival liderar o placar por 4 a 2. Mas a tcheca conseguiu reagir no primeiro set, vencendo quatro games seguidos, apesar de ter escapado de um break-point na reta final da parcial.

O segundo set começou com domínio absoluto de Pliskova, que venceu os doze primeiros pontos disputados para abrir 3/0 no placar com muita facilidade. No quarto game, ela escapou de uma chance de quebra e ampliou a vantagem. Deu tempo ainda para que a tcheca obtivesse mais uma quebra antes do fim do jogo. Pliskova chegou a fazer 23 a 3 em winners, e cometeu 26 erros contra 14 da rival. Além disso, durante o segundo set, Sorribes só conseguiu vencer dois pontos com o próprio saque.

"Esse era o tipo de partida que eu sabia que dependeria muito de mim, dos meus winners e erros. Minha movimentação não foi dos melhores no começo da partida. Talvez eu estivesse um pouco cansada demais e acho que errei muitas bolas fáceis", disse Pliskova após a vitória desta sexta-feira em Montréal.

"Ela não te dá nada de graça. Não é como se ela fosse realmente colocar pressão sobre você, mas você tem que fazer o winner todas as vezes", explicou a tcheca. "Acho que apressei demais alguns dos pontos. Depois que relaxei e encontrei um pouco do meu tempo naquela quadra, comecei a jogar muito melhor".

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG