Notícias | Dia a dia
Volta de Halep tem batalha de 3h e vitória de Collins
11/08/2021 às 23h23

Collins marcou sua 12ª vitória consecutiva no circuito após os títulos em Palermo e San Jose

Foto: Omnium Banque Nationale

Montréal (Canadá) - O retorno de Simona Halep às quadras depois de três meses longe do circuito não poderia ser de outra forma. Recuperada de uma lesão na panturrilha, a romena estreou no WTA 1000 de Montréal com a difícil missão de enfrentar uma embalada Danielle Collins e lutou muito, como de costume. A norte-americana, que vinha de títulos em Palermo e San Jose, ampliou sua série invicta para 12 vitórias seguidas depois de vencer uma batalha de 2h55 por 2/6, 6/4 e 6/4.

Enquanto Collins vive uma excelente fase no circuito, Halep não disputava uma partida desde o dia 12 de maio, quando abandonou o WTA 1000 de Roma. A romena não pôde disputar Roland Garros, Wimbledon e nem os Jogos Olímpicos de Tóquio. Isso fez com que ela saísse do top 10 pela primeira vez desde 2014. Aos 29 anos, ela ocupa o 13º lugar do ranking.

Collins, de 27 anos e 28ª do ranking, terá nas oitavas um duelo norte-americano contra Jessica Pegula, 30ª do mundo, que venceu a russa Anastasia Pavlyuchenkova por 1/6, 6/3 e 6/2. Pegula levou a melhor nos dois encontros anteriores contra sua compatriota, disputados ainda nos anos de 2012 e 2016.

Jogo teve 14 quebras e 44 break-points
Halep fez um primeiro set bastante consistente, mostrando boa movimentação do fundo de quadra, e enfrentando apenas um break-point em toda a parcial. A romena, que conseguiu duas quebras e venceu cinco games seguidos, fez 12 winners e apenas três erros não-forçados. Collins anotou 13 bolas vencedoras e cometeu 14 erros.

A partir do segundo set, Halep passou a ter mais dificuldades com o saque, talvez ainda por efeito da lesão em sua perna de apoio. A romena acabou enfrentando nove break-points na parcial e permitiu quatro quebras a Collins, que vinha sendo muito agressiva nas devoluções. A número 1 do mundo até conseguia equilibrar as ações pressionando o saque da adversária, para conseguir três quebras. Collins foi mais agressiva no segundo set e fez 17 a 11 em winners, cometendo 11 erros contra 8 da romena.

A dinâmica da partida não se alterou no terceiro set, com as duas jogadoras mais confortáveis nas devoluções do que no saque. Tanto que o jogo acabou com 14 quebras de saque, sete para cada lado, e incríveis 44 break-points, 22 para cada tenista. Por duas vezes, Halep esteve com quebra acima no último set, mas não conseguia sustentar a vantagem.

Collins chegou a receber atendimento médico fora da quadra quando perdia por 3/2, quebrando o saque a romena logo que voltou à quadra. No último game da partida, Halep chegou a salvar quatro match-points, mas Collins não deixou a quinta chance escapar. A norte-americana fez 38 a 31 em winners e cometeu 42 erros contra 22 da romena.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG