Notícias | Dia a dia
Sabalenka luta muito, Marino volta a surpreender
11/08/2021 às 17h54

Sabalenka perdia o último set por 4/1, mas venceu cinco games seguidos no fim do jogo

Foto: Omnium Banque Nationale

Montréal (Canadá) - Principal cabeça de chave do WTA 1000 de Montréal, Aryna Sabalenka foi bastante exigida em sua partida de estreia no Canadá. A número 3 do mundo foi desafiada pela norte-americana Sloane Stephens, ex-top 3 e atual 62ª colocada, e precisou de 2h25 para vencer por 7/6 (7-4), 4/6 e 6/4. Sabalenka estava perdendo o set decisivo por 4/1, mas venceu os últimos cinco games da partida.

Reconhecida por seu jogo agressivo e de muita potência nos golpes, Sabalenka terminou a partida com 45 winners e 50 erros não-forçados. Além disso, a bielorrussa disparou 18 aces no jogo. A partida teve seis quebras de serviço, três para cada lado.

A agressividade de Sabalenka já aparecia nas estatísticas do primeiro set, em que ela anotou 29 bolas vencedoras contra apenas 9 de Stephens, com direito a 10 a 1 em aces. A bielorussa chegou a liderar o set por 4/1, cedeu o empate no oitavo game, teve um set-point quando vencia por 5/4, mas só fechou no tiebreak.

O segundo set teve apenas uma quebra, obtida por Stephens já no último game da parcial. A norte-americana não enfrentou break-points e só cometeu dois erros não-forçados no set contra 17 de Sabalenka. Já na parcial decisiva, Stephens também foi a primeira a quebrar e estava perto da vitória, mas a bielorrussa conseguiu novamente impor seu jogo agressivo para controlar as ações do fundo de quadra e conseguir mais uma vitória.

A adversária de Sabalenka nas oitavas será a surpreendente canadense Rebecca Marino, 220ª do ranking, que está de volta ao torneio depois de dez anos. Marino, de 30 anos e que já foi 38ª do ranking em 2011, marcou sua segunda vitória seguida na competição. Algoz de Madison Keys na primeira rodada, a canadense também venceu a espanhola Paula Badosa, 31ª do mundo, por 1/6, 7/5 e 6/4. A canadense chegou a ficar cinco anos longe do tênis, enquanto tratava de questões emocionais relacionadas à depressão e ansiedade.



Sakkari vence e encara Azarenka nas oitavas
A grega Maria Sakkari, cabeça 11 do torneio e semifinalista de Roland Garros, também garantiu seu lugar nas oitavas. Ela venceu a russa Veronika Kudermetova por 6/4, 5/7 e 6/4. Sakkari, de 26 anos e 18ª do ranking, enfrenta nas oitavas a bielorrussa Victoria Azarenka, ex-número 1 do mundo e atual 15ª colocada aos 32 anos. O único duelo anterior foi disputado no final de 2020, em Ostrava, e Azarenka levou a melhor em sets diretos.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva