Notícias | Dia a dia
Com novo título junto a Matos, Luz entra no top 100
07/08/2021 às 11h59

Cordenons (Itália) - O tênis brasileiro segue com sucesso nos torneios de duplas. Neste sábado, os gaúchos Rafael Matos e Orlando Luz conquistaram o quinto troféu juntos, o terceiro somente nesta temporada, ao derrotar o peruano Sergio Galdos e o argentino Renzo Olivo na final do challenger de Cordenons, com as parciais de 6/4 e 7/6 (7-5).

Com campanhas destacadas nas últimas semanas, quando atuou também ao lado de Felipe Meligeni, Orlandinho enfim chega à faixa do top 100 e se torna o sexto tenista nacional nesse grupo de elite. Com os 80 pontos somados no saibro italiano, ele deverá aparecer segunda-feira no 98º posto.

O próprio Matos, de 25 anos, terá sua mais alta classificação da carreira, saindo do atual 86º para o 82º lugar. Entre os dois, aparece Meligeni, que será o 94º na próxima lista. Os outros duplistas bem classificados são Bruno Soares (13º), Marcelo Melo (18º) e Marcelo Demoliner (51º).

Apesar de ainda se manter competitivo na simples, tendo vencido um future, Orlandinho tem obtido grande sucesso nas duplas. Este foi o 10º título da temporada, três ao lado de Matos nos challengers de Concepción e Tallahassee, dois com Meligeni nos challengers de Iasi e Trieste, além de um ITF de US$ 80 mil, outro de US$ 25 mil e três de US$ 15 mil. No total, já são 30 troféus de duplas na carreira, desde 2014.

Matos por sua vez já tem quatro títulos em 2021, mas de qualidade bem superior, já que faturou o ATP de Córdoba ao lado de Meligeni, além do vice em Belgrado e de ter participado de seu primeiro Grand Slam, em Wimbledon, com uma vitória junto a Thiago Monteiro. No total, já soma 37 conquistas como profissional de duplas.

A final deste sábado foi muito equilibrada. Os brasileiros salvaram sete break-points em três games distintos ao longo de um primeiro set em que os devolvedores colocaram muita pressão o tempo todo. O set-point veio no último ponto, quando Matos e Luz chegaram aos iguais e obtiveram a quebra.

O segundo set viu também muito aperto dos adversários, obrigando a parceria brasileira a evitar mais três break-points. Com 5-4, Luz e Matos tiveram três match-points, mas Galdos sacou bem nos dois primeiros e no outro faltou iniciativa. A definição foi ao tiebreak e aí o dueto brasileiro sobrou, abriu 6-3 e fechou na terceira tentativa.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva