Notícias | Dia a dia
Djokovic promete tentar de novo nos Jogos de Paris
05/08/2021 às 10h33

Belgrado (Sérvia) - Apesar da inevitável frustração por novamente não chegar sequer à final olímpica, o número 1 do mundo Novak Djokovic se manifestou em suas redes sociais nesta quarta-feira e garantiu que jogar em Tóquio foi "um privilégio" e que fez o máximo que pôde para sair com mais uma medalha.

Esta foi a quarta participação olímpica de Djokovic, que também entrou nos Jogos de Pequim, em 2008, foi a Londres em 2012 e tentou o Rio em 2016, mas ao longo de toda essa trajetória obteve apenas um bronze de simples, justamente na primeira tentativa. Perdeu a disputa pelo pódio na grama inglesa para Juan Martin del Potro, que também o eliminou na estreia do Rio. Já em Tóquio, perdeu a semifinal para Alexander Zverev e foi batido por Pablo Carreño na luta por novo bronze.

Apesar dos 37 anos que terá daqui a três temporadas, Djokovic já diz que pretende disputar as Olimpíadas pela quinta vez e que espera "voltar mais forte em Paris 2024".

Quanto à polêmica desistência da disputa do bronze nas duplas mistas, ele teve apoio da parceira Nina Stojanovic. Em sua conta no Instagram, ela afirmou que "foi uma honra e um privilégio ter jogado com o melhor do mundo no nosso esporte e representar o nosso país".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva