Notícias | Dia a dia
Khachanov vê mental responsável por final olímpica
30/07/2021 às 11h06
Felipe Priante
De Tóquio, especial para TenisBrasil

Tóquio (Japão) - Primeiro a se classificar para a final masculina dos Jogos Olímpicos, o russo Karen Khachanov acredita que colocar a cabeça no lugar foi fundamental para conseguir um grande resultado em Tóquio, principalmente depois de passar por períodos de oscilação nos últimos tempos.

“Nesse último ano tive altos e baixos, pensei que poderia ter algo errado com meus golpes, com meu forehand, com meu backhand. Perdi um pouco de rendimento e então trabalhei no meu lado mental em como lidar com as situações de jogo e isso acabou se pagando”, analisou o atual 25 do mundo.

O russo de 25 anos abriu a sexta-feira na quadra central, fez uma sólida partida contra o espanhol Pablo Carreño e levou a melhor sobre o algoz do compatriota Daniil Medvedev em sets diretos, em uma vitória com alegria redobrada, já que além de garantir vaga na final, também lhe assegura uma medalha olímpica.

“Posso dizer que essa partida é muito importante para a cabeça, pois no tênis quando você perde uma semifinal, vai para casa e já pensa no próximo torneio, mas aqui há a disputa do bronze. Então era importante vencer hoje para garantir logo uma medalha, que é um sonho que virou realidade”, comemorou.

O russo tem um dia de descanso antes da final do domingo, quando enfrentará o alemão Alexander Zvrerev, algoz do sérvio Novak Djokovic. “Tenho que descansar e fazer minha preparação para chegar bem. Agora é a hora de focar na preparação e tentar sair com uma medalha de ouro”, encerrou.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva