Notícias | Dia a dia
Djoko foi um dos responsáveis por mudança de horário
28/07/2021 às 14h01
Felipe Priante
De Tóquio, especial para TenisBrasil

Tóquio (Japão) - Sempre muito atuante fora das quadras, tanto que criou até um sindicato separado da ATP, o sérvio Novak Djokovic comemorou a mudança da programação do tênis para a reta final da competição. A rodada que tem começado às 11h (locais) passará a ter início às 15h a partir da próxima quinta-feira, algo que teve participação direta do número 1 do mundo.

“Gostaria que isso pudesse ter acontecido antes, mas tudo bem. (Alexander) Zverev, (Daniil) Medvedev e eu falamos diretamente com o supervisor e contamos com o apoio de (Karen) Kachanov, (Pablo) Carreño e todos os demais que estão em simples e duplas. Eles apoiaram as partidas começarem mais tarde”, contou o tenista de Belgrado.

“Fico feliz que conseguimos mudar a programação para 15h, assim podemos jogar sob menos calor e menos umidade. As condições são brutais, nunca enfrentei esse tipo de condição de forma consecutiva na minha vida. Já peguei algo parecido em um ou dois dias, mas depois amenizava. Aqui é todos os dias e isso drena as energias”, complementou Djokovic.

O líder do ranking teve rodada dupla nesta quarta-feira, com simples e duplas mistas, e repetirá a dose na quinta, já que venceu ambas as partidas. “Estou satisfeito com meu desempenho, venci minhas três partidas de simples e também a primeira de duplas mistas”, analisou Djokovic, em quem simples medirá forças com o ídolo da casa Kei Nishikori.

Nas mistas, ele e Nina Stojanovic, que na estreia derrubaram o mineiro Marcelo Melo e a paulista Luisa Stefani, em duelo que gerou alguma polêmica depois, terão como oponentes nas quartas de final os alemães Kevin Krawietz e Laura Siegemund.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio