Notícias | Dia a dia
Frente ao clima, Djoko sugere atrasar início da rodada
24/07/2021 às 10h38

Tóquio (Japão) - As duras condições climáticas do verão japonês foram um desafio extra para os tenistas no primeiro dia de competição olímpica. O favorito Novak Djokovic passou sem sustos pelo boliviano Hugo Dellien em sets diretos e considerou uma boa estreia diante das circunstâncias, mas sugeriu que as rodadas comecem mais tarde para evitar o desgaste.

"Foi um desafio encarar o calor e a umidade deste primeiro dia, mas estou feliz por superar esse obstáculo", avaliou o líder do ranking. "Acredito que fui sólido em quadra o tempo todo. Talvez pudesse ter feito um pouco mais, no entanto para uma estreia estou satisfeito".

As condições climáticas são uma dificuldade a se considerar. "Foi o dia mais quente desde que cheguei a Tóquio. A umidade estava brutal. As quadras sintéticas absorvem calor e fica muito abafado. Ainda por cima, não havia muito vento, nem brisa. Definitivamente, são condições difíceis. Você fica esgotado, principalmente quando faz sol. Não entendi por que não se atrasou o início da rodada, não faria diferença sequer para a TV devido ao fuso para a Europa ou os EUA", argumentou.

Djokovic acredita que deva evoluir conforme avançar nas rodadas. "Joguei o suficiente bem para ganhar, mas houve alguns momentos em que fiz melhor nos treinos do que na competição. Mas isso é normal, porque no jogo tudo é diferente. Por mais que tenha experiência, estes são os Jogos Olímpicos e existe expectativa, pressão".

O sérvio diz que Dellien lhe dirigiu palavras muito bonitas ao final da partida e assim os dois trocaram camisetas no vestiário.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio