Notícias | Dia a dia
Ruud mantém embalo e jovem francês elimina Garin
23/07/2021 às 15h27

O canhoto de 20 anos Hugo Gaston tenta alcançar sua primeira final de ATP

Foto: Swiss Open Gstaad

Gstaad (Suíça) - Campeão no saibro de Bastad há menos de uma semana e atualmente com o melhor ranking da carreira, agora no 14º lugar, o norueguês Casper Ruud comemorou sua sexta vitória seguida no circuito e a vaga na semifinal do ATP 250 de Gstaad. Ruud venceu nesta sexta-feira o francês Benoit Paire por 6/2, 5/7 e 6/3 em 1h49 de partida.

Aos 22 anos, Ruud tenta alcançar sua sexta final de ATP na carreira e a terceira na temporada. Eles tem três títulos na elite do circuito, sempre em quadras de saibro. Sua primeira conquista foi no ano passado em Buenos Aires, além dos troféus em Genebra e Bastad em 2021. Além disso, jogou finais de Houston em 2019 e Santiago no ano passado, quando perdeu para o brasileiro Thiago Wild, também em quadras de terra batida.

Das 29 vitórias que Ruud tem na temporada, 22 foram conquistadas no saibro. Seu adversário na semifinal será o surpreendente tcheco Vit Kopriva, jogador de 24 anos e 249º do ranking. Vindo do qualificatório e algoz do top 10 Denis Shapovalov nas oitavas, Kopriva venceu nesta sexta-feira o sueco Mikael Ymer por 6/1 e 6/0 em apenas 51 minutos. O tcheco nunca havia disputado torneios da ATP antes da ótima campanha em Gstaad.

Do outro lado da chave, o chileno Cristian Garin, dono de cinco títulos de ATP no saibro e número 19 do mundo, foi eliminado nas quartas pelo canhoto francês de 20 anos Hugo Gaston, 155º colocado. Gaston salvou quatro match-points na vitória por 6/4, 1/6 e 7/6 (13-11) em 2h19 de partida. O ex-número 2 do ranking juvenil tenta agora alcançar sua primeira final de ATP.

Havia a possibilidade de uma semifinal francesa, mas o sérvio Laslo Djere derrotou Arthur Rinderknech por 6/4, 6/7 (5-7) e 6/4 e enfrentará Gaston no sábado. Djere, de 26 anos e 52º do ranking, tem dois títulos e um vice-campeonato no circuito da ATP.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva