Notícias | Top Spin
Incrível: este britânico ainda joga aos 100 anos
16/07/2021 às 09h15

Basil Smith, do País de Gales, o tenista britânico mais idoso.

Foto: Divulgação

Basil Smith joga tênis há 92 anos. É o tenista mais velho do Reino Unido, aos 100 anos de idade! Ainda joga três vezes por semana no Swansea Tennis Club, geralmente contra pessoas com metade de sua idade, além de uma hora extra de exercícios por dia. O centenário jogador diz que a receita para articulações flexíveis e músculos saudáveis ​​é manter-se aquecido com um banho de espuma quente após cada jogo e e colocar seus incríveis pijamas no radiador todas as noites.

Basil vive em Llanelli, uma das três maiores cidades de Carmarthenshire, um condado do País de Gales. "Comecei a jogar quando tinha sete ou oito anos, batendo a bola na parede lateral da minha casa. Estou tão interessado em jogar tênis hoje quanto estava aos 20 ou 30 anos. Acho que é natural para mim, o meu jogo. Tenho coordenação e sou muito rápido em toda a quadra. Também acho que tenho muita sorte por ter um bom olho para a bola e rápidas reações. É ótimo estar de volta jogando, agora que as quadras foram reabertas. Senti muita falta”, conta Basil Smith.

“O tênis é uma das coisas mais importantes da minha vida, ao lado dos meus amigos e família. Quando jogo, esqueço todo o resto, apenas me concentro na bola e me divirto, como se estivesse em outro mundo. Não gosto de perder e jogo para ganhar sempre.” O currículo de Basil no tênis inclui jogar em Durban, na África do Sul, Los Angeles e Nova York, bem como em Bagdá, quando atuou na Real Força Aérea (RAF), na década de 1940. Ele foi capitão da equipe Llandeilo nas décadas de 1950 e 60 e treinou em escolas nos anos 1980.

O centenário tenista trabalhou para a British Rail, Lloyds Bank, antes de se aposentar em 1982. Ele não teve filhos e ainda dirige o próprio carro até o local de treino. "Fiz um exame de vista recentemente. Eles não conseguem entender como eu ainda não preciso de óculos. Me disseram que sou incrível”, contou.

Basil ficou encantado por voltar à quadra há um mês e se sente sortudo por ter talento natural com a raquete e a bola. Para ele, cuidar do corpo entre as partidas é a chave do sucesso. "Acho que faz toda a diferença se você manter o corpo aquecido imediatamente. Considero essencial. Sempre que volto do tênis, tomo um banho quente e uso a Loção Muscular Radox. Eu tenho cinco flanelas que uso para dar uma boa esfregada em todas as minhas articulações e para tirar todo o excesso de água. Então, me enxugo totalmente com toalhas quentes para ter certeza de que estou bem e seco. Eu seco cada uma das minhas articulações por vez, até mesmo todas as articulações dos meus dedos e todas as articulações dos dedos dos pés e, especialmente, meus joelhos.

"De setembro a maio, sempre coloco todas as minhas roupas nos aquecedores para que, quando me vestir, fiquem bem quentes. Também faço isso com o meu pijama. Tenho certeza que todo esse calor faz a diferença. Tive sorte. Eu não tive problemas com minhas articulações, sem artrite ou qualquer coisa. Me exercito todos os dias meia hora, antes do café da manhã e antes de ir para a cama. Também faço uma caminhada todos os dias, se puder. Gosto de comer muitas frutas, principalmente peras e bananas e tomo vitaminas todos os dias. Ser extrovertido faz a diferença. Eu falo com qualquer pessoa e se puder ajudar alguém, sempre o farei." A esposa Glenys morreu em 2018, aos 89 anos, e seus dois irmãos mais novos, Ronald e Dudley, morreram em 2000.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio