Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Há dez anos, Barty vencia Wimbledon como juvenil
10/07/2021 às 13h02

Barty se torna a quarta jogadora a conquistar Wimbledon como juvenil e profissional

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Campeã de Wimbledon neste sábado, Ashleigh Barty tem uma longa história de amor com as quadras de grama do All England Club. Há dez anos, a australiana fazia sua primeira participação no Grand Slam londrino ainda como juvenil e conquistou o título, quando tinha apenas 15 anos. A vitória na final de 2021 sobre Karolina Pliskova por 6/3, 6/7 (4-7) e 6/3 faz de Barty a quarta mulher a vencer Wimbledon nas duas categorias. Ela se junta a Ann Jones, Martina Hingis e Amélie Mauresmo.

"Wimbledon para mim tem sido um lugar incrível de aprendizado. Há dez anos vim aqui pela primeira vez como juvenil e aprendi muito naquela semana", disse Barty, em uma de suas entrevistas coletivas ao longo da campanha vitoriosa em Wimbledon. "Toda vez que eu posso jogar em Wimbledon, logo vem um sentimento de gratidão e entusiasmo. Tive essa sensação quando eu atravessei os portões do All England Club pela primeira vez, quando eu tinha 15 anos, e essa sensação não mudou até hoje".

Na final do juvenil em 2011, Barty venceu a russa Irina Khromacheva por 7/5 e 7/6 (7-3). Khromacheva até chegaria ao top 100 do ranking profissional, mas não passou do 89º lugar na WTA e nem conquistou títulos de primeira linha. Muito mais sucesso teve a norte-americana Madison Keys, superada em três sets pela australiana nas oitavas daquele torneio. Keys chegou ao top 10 do ranking profissional e jogou a final do US Open em 2017.

A campanha de dez anos atrás também teve vitórias sobre a britânica Lucy Brown na estreia, a alemã Katharina Lehnert na segunda rodada, a norte-americana Victoria Duval nas quartas e a holandesa Indy De Vroome na semi. Entre elas, apenas Duval chegou ao top 100 do ranking profissional, ocupando o 87º lugar da WTA em 2014. 

Comentários