Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Shapovalov: 'Sei do que sou capaz e o que melhorar'
09/07/2021 às 20h52

Shapovalov diz que derrota ensina várias lições para o futuro

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Apesar de ter perdido muitas chances na semifinal de Wimbledon nesta sexta-feira e de sair da Quadra Central bastante emocionado, Denis Shapovalov tenta assimilar a derrota sofrida para o número 1 do mundo Novak Djokovic. O jovem canadense de 22 anos e número 12 do ranking fez sua melhor campanha em um Grand Slam e lamentou o fato de não ter aproveitado as oportunidades, mas destaca que esse tipo de jogo ensina muitas lições para o futuro.

"Acho que o que doeu tanto desta vez foi sentir que meu jogo estava lá e que era possível chegar à final", disse Shapovalov após a derrota por 7/6 (7-3), 7/5 e 7/5. "É uma sensação que nunca tive antes, então foi por isso que doeu tanto. Eu senti como se estivesse jogando melhor que o Novak em algumas partes da partida. E se você está jogando melhor que ele, pode vencer qualquer um".

"Doeu muito. Senti muita pressão e muito cansaço mental. Era como se tudo de mim estivesse caído na quadra antes que eu pudesse me controlar", acrescentou o canadense, que perdeu pela sétima vez seguida para o sérvio. "Mas é bom ter esse gostinho, porque isso me faz querer muito mais nos próximos Grand Slam. Agora eu sei exatamente do que sou capaz e também as coisas que preciso melhorar, para vencer Novak da próxima vez ou dar um passo adiante".

Shapovalov disse ainda que teve uma boa conversa com Djokovic no vestiário após a partida. "Ele acabou de me dizer que sabe como o momento é difícil para mim agora. Ele me disse que tudo virá. Para mim, é ótimo ouvir isso de alguém como ele. Ele não tem obrigação nenhuma de fazer isso, mas isso apenas mostra o tipo de pessoa que ele é. Tenho um respeito enorme por ele. É definitivamente um dos maiores jogadores de todos os tempos. É incrível ouvir essas palavras dele".

Comentários