Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Vesnina alcança 11ª final de Slam e a 1ª como mãe
09/07/2021 às 14h37

Vesnina fez uma pausa na carreira em 2018 e retornou às quadras no início deste ano

Foto: Jimmie48/WTA

Londres (Inglaterra) - A trajetória das russas Elena Vesnina e Veronika Kudermetova na chave de duplas em Wimbledon segue com viradas emocionantes. Apenas dois dias depois de salvarem quatro match-points contra as tchecas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova nas quartas, as russas escaparam da derrota em outras três oportunidades nesta sexta-feira e garantiram vaga na final.

Vesnina e Kudermetova venceram a norte-americana Caroline Dolehide e a australiana Storm Sanders com o placar de 7/6 (8-6), 3/6 e 7/5. A partida teve 2h30 de duração e a parceria de Dolehide e Sanders chegou a liderar o terceiro set por 5/2, mas foram quebradas de zero quando sacavam para o jogo. Já as russas escaparam dos match-points no saque, quando perdiam por 5/4, e terminaram o jogo vencendo cinco games seguidos.

Aos 34 anos, Vensnina disputará sua 11ª final de Grand Slam nas duplas femininas, sendo a quarta em Wimbledon. Ela perdeu as finais de 2010 e 2015, mas venceu o torneio de 2017, ao lado da também russa Ekaterina Makarova. Em sua carreira, possui três títulos de Slam na modalidade, além de um título e quatro vices nas duplas mistas.

Esta também é a primeira final de duplas femininas na carreira de Vesnina desde que ela se tornou mãe. A experiente russa fez uma pausa na carreira em 2018 e sua filha, Elizabeth, nasceu em novembro do mesmo ano. Ela retornou às quadras no início de 2021 e ainda não havia disputado finais no circuito da WTA. No entanto, jogou a final de duplas mistas em Roland Garros, ao lado do compatriota Aslan Karatsev.

Parceira de Vesnina em Wimbledon, Kudermetova está com 24 anos e disputará sua primeira final de Slam. As adversárias na final serão Su-Wei Hsieh e Elise Mertens. A taiwanesa de 35 anos tem três títulos de Grand Slam nas duplas femininas, dois deles em Wimbledon, enquanto a belga, 25, já venceu o US Open de 2019 e o Australian Open deste ano. Após o torneio, Mertens vai reassumir o número 1 de duplas, ultrapassando Barbora Krejcikova no ranking.

Comentários