Notícias | Dia a dia | Wimbledon
'Pneu' levado por Federer foi apenas o 7º da carreira
07/07/2021 às 15h59

Londres (Inglaterra) - Além de amargar sua pior derrota da carreira em Wimbledon, vencendo apenas nove games contra o polonês Hubert Hurkacz pelas quartas de final do torneio, o suíço Roger Federer também levou um raro ‘pneu’ na carreira. Apenas em outras seis oportunidades ele havia deixado a quadra perdendo um set de zero.

Os cinco primeiros ‘pneus’ sofridos por Federer aconteceram em seus primeiros anos como profissional, tanto que o último destes foi em 1999, no ATP do Queen’s, quando o suíço ainda sequer figurava no top 100 e fora derrotado pelo zimbabuano Byron Black, então 37º do mundo, com parciais de 6/3 e 6/0.

Também em 1999, o tenista da Basileia perdeu mais duas partidas em que levou 6/0 em uma das parciais. Federer era o 128º do mundo quando o norte-americano Vincent Spadea (33º) o venceu com 7/6 (7-3) e 6/0 no Masters de Monte Carlo e figurava na 111ª posição na derrota por 5/7, 6/3, 6/0 e 6/2 para o então número 3 do mundo Patrick Rafter em Roland Garros.

Foi também no saibro parisiense que Federer levou o último ‘pneu’ antes deste de Hurkacz. Na final de 2008, ele foi superado pelo espanhol Rafael Nadal em sets diretos, com o placar final de 6/1, 6/3 e 6/0.

Curiosamente, a primeira vez que levou um 6/0 o veterano de 39 anos saiu de quadra com a vitória. Isso aconteceu em um torneio satélite na Suíça em 1997, batendo o compatriota Joel Spicher por 6/3, 0/6 e 6/4. Naquele mesmo ano Federer foi derrotado pelo argentino Agustin Garizzio em outro torneio satélite, com parciais de 4/6, 6/0 e 6/4.

Em contrapartida, se foram apenas sete os ‘pneus’ levados por Federer, os aplicados são 97 em 91 partidas diferentes, sendo que em seis delas foram duas as parciais de 6/0 para o suíço, que nunca venceu um jogo em melhor de três com triplo 6/0.

Comentários