Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Shapovalov vence outro 5º set e faz 1ª semi de Slam
07/07/2021 às 12h38

Londres (Inglaterra) - Pela segunda vez no torneio, o canadense Denis Shapovalov superou um duelo de cinco sets e agora foi para garantir a inédita vaga na semifinal de um Grand Slam. O canhoto de 22 anos superou grande batalha diante do russo Karen Khachanov, com as parciais de 6/4, 3/6, 5/7, 6/1 e 6/4. Na sexta-feira, desafiará o número 1 do mundo Novak Djokovic, para quem já perdeu seis vezes.

Em tês participações anteriores em Wimbledon, Shapovalov jamais havia passado da segunda rodada. Este é o 15º Slam que disputa, tendo até então quartas no US Open do ano passado, quando perdeu no quinto set para o espanhol Pablo Carreño. Ele se torna o terceiro canadense em todos os tempos na semi de Wimbledon, repetindo Robert Powell (1908) e Milos Raonic (2016). Nesta quarta-feira, Felix Aliassime enfrenta o italiano Matteo Berrettini e pode se juntar à lista.

Campeão juvenil de Wimbledon em 2016, Shapovalov é treinado pelo russo Mikhail Youhzny, que foi semi do torneio em 2012. Sua campanha até aqui teve vitória em cinco sets na estreia diante do alemão Philipp Kohlschreiber, mas depois contou com abandono de Pablo Andujar e nem entrou em quadra. Confiante, eliminou Andy Murray e Roberto Bautista em sets diretos.

Shapovalov está muito próximo também de voltar ao top 10, posição que ocupou no ao passado depois de atingir a semifinal de Roma. Ele no entanto ainda pode ser superado por Aliassime ou Hubert Hurkacz, mas somente se um deles for campeão. Nesta temporada, o canadense foi à terceira rodada do Australian Open, mas ficou de fora de Roland Garros devido a contusão no ombro.

Jogo equilibrado até o fim
Com Khachanov mais plantado na base e apostando na força dos golpes e Shapovalov buscando a rede sempre que possível, o segundo duelo entre os dois foi uma batalha intensa. O canadense escapou da quebra no sexto do primeiro set com bolas corajosas nos quatro break-points que encarou e foi premiado em seguida com um serviço ruim do russo. Mas Khachanov se recompôs rapidamente e obteve quebra logo no segundo game da série seguinte, abrindo então 4/0. Nem mesmo uma breve recuperação do canadense foi suficiente.

O terceiro set viu a prevalência dos sacadores até o 11º game. Khachanov sacou bem para evitar a quebra no oitavo game e devolveu com firmeza quando o primeiro saque de Shapovalov falhou no 11º game e assim virou o placar. Numa mostra de nervos mais bem controlados, o canadense ficou firme e fez um grande quarto set, com apenas quatro erros e sucesso nas seis subidas à rede.

A decisão foi então para o quinto set e a primeira grande chance veio para Shapovalov, que chegou a abrir 0-40 no saque do russo e não conseguiu concretizar, muito por mérito de Khachanov que foi agressivo o tempo todo. Outro game longo e emocionante viria no 4/4. O russo falhava e se frustrava, mas na hora do break-point se saiu bem com o primeiro serviço. Shapovalov desperdiçou uma primeira grande chance de quebra ao alongar um forehand, mas por fim devolveu outra vez com grande qualidade e chegou à quebra definitiva com erro do russo.

Comentários