Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Fucsovics enfim bate Rublev no ano e encara Djokovic
05/07/2021 às 13h00

Londres (Inglaterra) - Depois de amargar três derrotas consecutivas e ainda perder um jogo por desistência, o húngaro Marton Fucsovics finalmente conseguiu vencer o russo Andrey Rublev pela primeira vez em 2021. O triunfo veio nesta segunda-feira pelas oitavas de final em Wimbledon e teve muito drama, com duas viradas e placar final de 6/3, 4/6, 4/6, 6/0 e 6/3.

Jogador com o terceiro pior ranking entre os que chegaram nas oitavas, Fucsovics será o com a pior marca entre os quadrifinalistas, já que o norte-americano Sebastian Korda e o bielorrusso Ilya Ivashka foram derrotados. O húngaro terá pela frente nada menos que o líder do ranking, o sérvio Novak Djokovic, contra quem já jogou duas vezes e perdeu ambas.

Superado por Rublev na final de Roterdã, nas quartas de Dubai e na terceira rodada do Masters 1000 de Miami, o húngaro encerrou a série de derrotas e bateu o russo pela terceira vez em sete duelos realizados, repetindo o que fizeram no quali de Barcelona (2016) e em um duelo pelos playoffs da Copa Davis (2017).

Fucsovics fez história para seu país em Wimbledon e se tornou o primeiro quadrifinalista da Hungria na competição desde a Era Aberta e o terceiro no geral. Bela von Kehrling (1929) e Jozsef Asboth (1948) foram os outros dois húngaros que ficaram entre os oito melhores no All England Club.

Também a primeira vez que Fucsovics passa das oitavas, algo que apenas os compatriotas Istvan Gulyas (Roland Garros 1971) e Balazs Taroczy (Roland Garros 1976 e 1981) também conseguiram desde a Era Aberta. No geral, a última quadrifinalista do país foi Agnes Szavay, que conseguiu campanha similar no US Open de 2007.

Comentários