Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Djokovic tira chileno e marca 50ª quartas de Slam
05/07/2021 às 11h27

Londres (Inglaterra) - Assim como aconteceu na única vez que havia cruzado com Cristian Garin até então, o sérvio Novak Djokovic mais uma vez passou sem sustos pelo chileno. O número 1 do mundo gastou 1h51 para superar o rival nas oitavas, marcando parciais de 6/2, 6/4 e 6/2, em mais um jogo em que sacou bem, terminando com 81% de aproveitamento e 10 aces.

Campeão nas duas últimas edições do torneio, Djokovic chega às quartas pela 12ª vez no All England Club, igualando as mesmas 12 que tem no Australian Open. O sérvio só tem desempenho melhor em Roland Garros, onde soma 15, sendo que no US Open tem 11 e pode também chegar a 12 ainda nesta temporada.

Em Grand Slam, o líder do ranking vai para antepenúltima rodada pela 50ª vez, ficando em segundo entre os que mais vezes conseguiram o feito. Apenas Roger Federer tem desempenho melhor, com suas 57 (e podendo chegar a 58 mais tarde). O suíço também é o recordista em quartas em Wimbledon (17), seguido pelo norte-americano Jimmy Connors (14) e com Djokovic em terceiro.

O próximo adversário no caminho do tenista de Belgrado sairá do confronto entre o russo Andrey Rublev e o húngaro Marton Fucsovics, que se enfrentam pela quinta vez na temporada. Ele tem vantagem de 2 a 0 no retrospecto com Fucsovics e irá enfrentar Rublev pela primeira vez, caso o russo mantenha a invencibilidade contra o húngaro em 2021.

Djokovic alcançou sua 31ª vitória na temporada, empatando com o britânico Cameron Norrie entre os que mais triunfaram no ano. Os dois estão atrás apenas do grego Stefanos Tsitsipas (39) e de Rublev (36). Esta foi a 99ª vez que o sérvio ganhou um jogo sobre a grama, sendo 76 delas no All England Club. Perto da marca centenária, ele ainda soma 18 derrotas neste piso.

Logo no primeiro game da partida, o sérvio conseguiu uma quebra de zero e mostrou que não daria chances a Garin, que voltou a perder o saque no quinto e foi dominado no set inicial. O chileno conseguiu igualar um pouco mais as coisas na segunda parcial e sustentou a igualdade no placar até o 4/4, mas foi quebrado no nono game e logo depois viu Djokovic abrir 2 sets a 0.

O sérvio repetiu o que havia feito no primeiro set e quebrou Garin no primeiro game da terceira parcial. Djokovic inclusive repetiu o script por completo, também bateu o saque do rival de novo no quinto game e selou a vitória com novo 6/2, fechando o jogo com o dobro de bolas vencedoras (28 a 14) e menos erros não forçados (23 a 26).

Comentários