Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Sensação local quase ficou sem vaga em Wimbledon
04/07/2021 às 16h56

Londres (Inglaterra) - Única representante da casa ainda viva nas chaves de simples em Wimbledon, a sensação do torneio Emma Raducanu por pouco não ficou de fora da competição. O ex-tenista profissional britânico John Lloyd contou em entrevista o Daily Mail que a organização do torneio inicialmente se recusou a dar um convite para a jovem de 18 anos.

“Ela ficou bem perto de não poder jogar em Wimbledon. A LTA (federação britânica) tinha grandes esperanças nela e propuseram um convite, mas o que Wimbledon disse? 'Não, não gostamos da ideia de convidar uma tenista que não está sequer no top 300’. Emma viu quer precisaria provar que estavam errados”, contou Lloyd.

+ Aos 18, Raducanu levanta torcida com feito histórico
+ Aluna exemplar é a maior surpresa de Wimbledon

“Depois disso, ela venceu dois jogos em Nottingham antes do torneio. Mas não deveria ter feito isso para ganhar o convite. Quase com certeza ela será uma top 50, sua atitude é excelente”, complementou o ex-tenista da casa, que na próxima segunda-feira verá Raducanu buscar uma vaga nas quartas de final contra a australiana Ajla Tomljanovic.

Tenista de mais baixo ranking (338ª) a entrar na chave feminina deste ano, Raducanu é a quarta adolescente britânica a ir tão longe em Wimbledon e a mais jovem delas com seus 18 anos e 239 dias. Antes de iniciar sua campanha no torneio, ela jamais havia vencido uma top 100, mas já derrubou duas rumo às oitavas.

Comentários