Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Krejcikova luta muito e vence a 15ª seguida no circuito
03/07/2021 às 14h15

A campeã de Roland Garros pode enfrentar a número 1 Ashleigh Barty ou a parceira de duplas Katerina Siniakova

Foto: AELTC

Londres (Inglaterra) - Três semanas depois de conquistar seu primeiro título de Grand Slam em Roland Garros, Barbora Krejcikova continua em ótima fase no circuito e já está nas oitavas de final de Wimbledon. A tcheca superou neste sábado a letã Anastasija Sevastova, 56ª do ranking, por 7/6 (7-1), 3/6 e 7/5 e marcou sua 15ª vitória seguida. Além da recente conquista em Paris, ela também venceu o WTA de Estrasburgo na semana anterior ao Slam francês.

Apesar de ser a 17ª colocada na WTA, Krejcikova disputa a chave de simples de Wimbledon pela primeira vez. Ela só conseguiu entrar no top 100 no segundo semestre do ano passado, temporada em que o Slam londrino foi cancelado. Mas as quadras de grama em Londres não são novidade para ela, que já tem um título de duplas em 2018 e uma semifinal no ano seguinte, ao lado de Katerina Siniakova.

Existe a chance de um confronto entre Krejcikova e Siniakova pelas oitavas de final. Mas para isso acontecer, sua parceira de duplas e 64ª do ranking, terá que derrotar a número 1 do mundo Ashleigh Barty no complemento da rodada deste sábado em Wimbledon.

"Em Roland Garros, eu tive jogo em que estava perdendo e ainda conseguia encontrar um caminho. Mesmo se eu dissesse a mim mesma: 'Estou cansada, não consigo mais jogar, ou minhas pernas estão tremendo, eu ainda posso lutar e vencer. Isso é algo que com certeza antes de Paris eu não sabia que realmente tinha", disse Krejcikova após a difícil partida deste sábado.

Krejcikova buscou virada no 1º set, sentiu-se mal no segundo, mas reagiu
Em um primeiro set de altos e baixos, e com três quebras para cada lado, Sevastova chegou a sacar para o jogo em duas ocasiões, quando vencia por 5/4 e 6/5, mas não aproveitou as chances de fechar e permitiu a Krejcikova definir a parcial com um tiebreak incontestável. A tcheca não se sentiu tão bem em quadra no segundo set, e precisou até mesmo receber um medicamento em quadra. Melhor para Sevastova, que conseguiu a única quebra da parcial e não enfrentou break-points.

Houve um longo intervalo entre o segundo e o terceiro set, enquanto Krejcikova recebia um atendimento fora da quadra. Na volta, a tcheca retomou o bom nível de tênis e foi mantendo seus games de saque e esperando pelas oportunidades, que apareceram. Apesar de ter perdido um break-point no início da parcial, ela teria novas chances de quebrar o serviço da letã, quando já vencia por 6/5 e aproveitou seu segundo match-point. Krejcikova fez 44 a 27 em winners e cometeu 57 erros contra 31 da rival.

Comentários