Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Zverev vence de virada e agora enfrenta Aliassime
03/07/2021 às 13h41

Zverev tenta chegar às quartas em Wimbledon pela primeira vez na carreira

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de vencer de forma tranquila seus dois primeiros compromissos em Wimbledon, Alexander Zverev foi mais exigido no duelo da terceira rodada. Número 6 do mundo e quarto cabeça de chave do torneio, Zverev precisou de quatro sets e 2h38 para superar o norte-americano Taylor Fritz por 6/7 (3-7), 6/4, 6/3 e 7/6 (7-4).

Zverev já iguala o melhor resultado da carreira em Wimbledon. Ele havia chegado às oitavas de final em 2017, quando tinha apenas 20 anos. O Grand Slam londrino é o único em que o alemão nunca atingiu pelo menos as quartas.

O próximo jogo de Zverev em Wimbledon será contra o canadense Felix Auger-Aliassime, jovem de 20 anos e 19º do ranking, que ficou em quadra por apenas dois sets e 58 minutos neste sábado, beneficiado pela desistência de Nick Kyrgios. O alemão venceu os três duelos anteriores contra Aliassime no circuito.

Já o eliminado Taylor Fritz tem a comemorar o esforço que fez para chegar a Wimbledon. O norte-americano de 23 anos e número 40 do mundo operou o joelho há três semanas e teve a sorte de a cirurgia não precisar reparar o menisco, que poderia obrigá-lo a ficar fora das quadras por um período bem mais longo, entre seis e oito meses. Fritz conseguiu voltar logo ao circuito e ainda venceu os compatriotas Brandon Nakashima e Steve Johnson.

Ao apostar na potência de seu saque, Zverev disparou 19 aces na partida e só enfrentou dois break-points, tendo sofrido apenas umas quebra. O alemão liderou a estatística de winners por 45 a 38 e terminou o jogo com 25 erros não-forçados contra 34 do norte-americano.

Apesar de não ter enfrentado um break-point sequer no primeiro set e de perder apenas seis pontos em seus games de serviço, Zverev acabou perdendo a parcial depois de jogar mal no tiebreak e cometer muitos erros. O alemão foi o primeiro a quebrar no segundo set e abriu 3/1, ele permitiria o empate dois games mais tarde, mas conseguiria uma nova quebra já no último game da parcial.

O terceiro set foi praticamente perfeito para Zverev, que disparou cinco aces, cedeu só um ponto no saque e aproveitou a chance de quebra que teve. Já no quarto set, a disputa foi inteiramente sem quebras. Fritz até escapou de três break-points, mas não evitou a derrota no tiebreak.

Comentários