Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Kerber luta por 3h18 e vence 7ª seguida, Gauff avança
01/07/2021 às 14h15

Kerber teve chances de construir uma vitória de forma mais tranquila, mas perdeu match-point no 2º set

Foto: Jimmie48/WTA

Londres (Inglaterra) - Depois de uma estreia relativamente tranquila em Wimbledon, Angelique Kerber foi muito mais exigida em seu segundo compromisso no Grand Slam londrino. A campeã de 2018 e ex-número 1 do mundo precisou lutar por 3h18 para vencer a espanhola Sara Sorribes, 50ª do ranking, com parciais de 7/5, 5/7 e 6/4 nesta quinta-feira.

Esta foi a sétima vitória seguida de Kerber em quadras de grama, já que ela venceu o WTA 250 de Bad Homburg no último sábado. A alemã de 33 anos aparece atualmente no 28º lugar do ranking e espera pela vencedora da partida entre a japonesa Nao Hibino e a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich.

A vitória poderia ter sido definida de forma mais tranquila para Kerber. Depois de vencer o set inicial, a alemã foi a primeira a quebrar na parcial seguinte, chegando a liderar por 4/2, e ainda teve um match-point no saque da adversária quando vencia por 5/4. Sorribes venceu três games seguidos para forçar o terceiro set. Já a parcial decisiva teve sete quebras em dez games, sendo quatro a favor da alemã. Kerber liderou por 5/2, perdeu a chance de sacar para o jogo, mas definiu a disputa no serviço da adversária.

Ostapenko também invicta há sete jogos
Quem também está há sete jogos sem perder na grama é a letã Jelena Ostapenko, campeã do WTA 500 de Eastbourne na semana passada. Ela voltou a superar a russa Daria Kasatkina, repetindo o que havia acontecido no último torneio. A letã precisou de 1h46 para vencer por 6/1, 3/6 e 8/6. Kasatkina chegou a sacar duas vezes para o jogo no terceiro set. Já Ostapenko, 34ª do ranking e semifinalista em 2018, encara a vencedora entre a australiana Ajla Tomljanovic e a francesa Alizé Cornet.

Gauff vence duelo de gerações contra Vesnina
Com mais tranquilidade, a jovem norte-americana de 17 anos Coco Gauff também garantiu seu lugar na terceira rodada em Londres. Atual 23ª do ranking, ela superou a experiente russa de 34 anos Elena Vesnina por 6/4 e 6/3 em apenas 1h11 de partida. Gauff tenta repetir sua incrível campanha de 2019, quando tinha apenas 15 anos e chegou às oitavas. Sua próxima rival virá do jogo entre duas jovens tenistas de 20 anos, a eslovena Kaja Juvan e a francesa Clara Burel. Já Vesnina, semifinalista do torneio em 2016, está voltando ao circuito depois de três temporadas. Ela fez uma pausa na carreira para se dedicar à maternidade.

Comentários