Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Berrettini estreia bem, Isner cai para 'baixinho'
30/06/2021 às 10h40

Londres (Inglaterra) - O mau tempo dos dois últimos dias em Wimbledon faz com que muitos jogos ainda de primeira rodada ainda aconteçam nesta quarta-feira, quase todos no lado inferior da chave. Ali estão nomes importantes como o italiano Matteo Berrettini, que conseguiu se juntar na segunda rodada aos já classificados Daniil Medvedev, Alexander Zverev e Roger Federer.

Campeão em Queen's há 10 dias, Berrettini chegou a perder um set para o canhoto argentino Guido Pella, mas mostrou novamente excelente adaptação à grama com boa movimentação, saque afiado e seu conhecido forehand agressivo, com total de 47 winners, sendo 20 aces. Anotou as parciais de 6/4, 3/6, 6/4 e 6/0 e terá agora um adversário de jogo pesado pela frente, o holandês Botic van de Zandschulp, que perdeu no qualificatório mas entrou com desistências na chave.

No mesmo setor, uma surpresa: o gigante John Isner sequer passou da estreia. Foi superado pelo 'baixinho' Yoshihito Nishioka e perdeu até tiebreak. O placar foi de 7/6 (7-5), 2/6, 6/3, 6/7 (3-7) e 6/4. O norte-americano de 36 anos - que sofreu queda feia na partida, mas sem consequências maiores - tem 2,08m e Nishioka, 1,70m. Na segunda rodada, ele enfrenta o esloveno Aljaz Bedene.

O experiente Kei Nishikori também teve estreia inesperadamente tranquila e passou pelo australiano Alexei Popyrin por triplo 6/4. Agora 53 do ranking, Nishikori fez quartas em Wimbledon nas duas últimas edições. Ele aguarda o vencedor de Casper Ruud e Jordan Tompson. Quem vencer, poderá encarar o veterano Jeremy Chardy, que se adapta muito bem à grama e passou pelo russo e cabeça 20 Aslan Karatsev, por 7/6 (7-4), 7/6 (8-6) e 6/3.

Menos inesperada foi a queda do espanhol e cabeça 11 Pablo Carreño. Ele sequer tirou set do experiente Sam Querrey, que sempre se adaptou muito bem à grama, e caiu em sets diretos por 7/6 (8-6), 6/4 e 7/5. Querrey foi quadrifinalista há dois anos e atingiu semi em 2017. Ele espera por James Duckworth ou Radu Albot.

Quem escapou da 'zebra' foi o chileno Cristian Garin. O cabeça 17 ficou duas vezes atrás do placar diante do espanhol Bernabe Zapata até o jogo ser suspenso na terça-feira e, no retorno, reagiu e ganhou os dois sets finais, concluindo o placar de 6/7 (6-8), 6/3. 3/6, 6/3 e 6/2. Já nesta quinta-feira, voltará à quadra para encarar o quali australiano Marc Polmans.

Comentários