Notícias | Dia a dia
Campeã em RG, Krejcikova vence em Londres pela 1ª vez
29/06/2021 às 17h36

Krejcikova disputa a chave de simples em Wimbledon pela primeira vez na carreira

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Pouco mais de duas semanas depois de ser campeã de Roland Garros, a tcheca Barbora Krejcikova conseguiu uma inédita vitória na grama de Wimbledon. A jogadora de 25 anos e 17ª do ranking faz sua primeira participação na chave de simples no Grand Slam londrino e venceu a dinamarquesa Clara Tauson por 6/3 e 6/2 em 1h10 de jogo nesta terça-feira.

"Sinto que as pessoas me veem de maneira diferente. Acho que talvez elas tenham expectativas maiores e tudo mais. Mas para mim, sinto que não devo me pressionar mais. Eu praticamente consegui tudo o que sempre quis. E no momento, o único objetivo para mim é realmente curtir o tênis e apenas tentar melhorar. Cada vez que piso na quadra, tento aprender coisas", disse Krejcikova, cuja principal experiência em Wimbledon foi o título de duplas em 2018.

"Eu não tenho nenhum tipo de confiança extra. Quero dizer, foi muito bom eu ter conseguido realizar meu sonho, mas também, por outro lado, há muitas outras meninas que estão jogando bem. Eu só tenho que voltar ao chão e trabalhar duro de novo, porque do contrário eu não vou jogar esses torneios e contra jogadoras desse nível nos próximos anos", acrescenta a tcheca, que agora enfrenta a ex-top 10 alemã Andrea Petkovic, que fez 6/3 e 6/4 contra a italiana Jasmine Paolini.

Krejcikova não disputou nenhum torneio preparatório na grama e preferiu voltar para casa depois da conquista em Roland Garros. "Voltei para a República Tcheca e visitei a minha família. Passei algum tempo com eles e também com meus amigos em casa. Algumas coisas  foram diferentes, porque muita gente queria me ver, tirar fotos e pedir autógrafos, o que não é tão comum. Eu acho que isso nunca aconteceu comigo".

"Até agora eu senti que estava lidando muito bem com tudo isso. Depois tive um tempo de folga e voltei a treinar. Ainda estou curtindo o fato de ter conseguido vencer um Grand Slam em simples. Isso foi algo que sempre quis. Eu nunca disse isso em voz alta porque não esperava. Além disso, não queria colocar pressão extra sobre mim", explicou a tcheca, que é também é número 1 de duplas.

Gauff e Samsonova também avançam na grama

Quem também faz uma boa transição do saibro para a grama é Coco Gauff. Depois de chegar às quartas em Roland Garros, a jovem norte-americana de 17 anos e 23ª do ranking venceu a convidada local Francesca Jones por 7/5 e 6/4. Ela agora enfrenta a experiente russa de 34 anos Elena Vesnina, semifinalista em 2016 e voltando ao circuito após a maternidade. Vesnina venceu a italiana Martina Trevisan por 7/5 e 6/1

Já a russa Liudmila Samsonova, convidada para o torneio e 65ª do ranking, venceu a estoniana Kaia Kanepi por 6/4 e 6/2. Samsonova se destacou na temporada de grama ao vencer sete jogos seguidos no WTA 500 de Berlim e conquistar o título há nove dias. Ela agora enfrenta a norte-americana Jessica Pegula, que fez 6/3 e 6/1 contra a francesa Caroline Garcia.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio