Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Tiafoe joga muito e surpreende Tsitsipas na estreia
28/06/2021 às 13h24

Londres (Inglaterra) - Em seu primeiro compromisso após vice-campeonato em Roland Garros, o grego Stefanos Tsitsipas não conseguiu mostrar um grande tênis e foi superado logo na estreia em Wimbledon por um inspirado Frances Tiafoe, que jogou muito e conquistou sua primeira vitória em quatro duelos com o atual número 4 do mundo, anotando parciais de 6/4, 6/4 e 6/3.

Após gastar 2h05 para superar a primeira rodada no All England Club, o norte-americano tem tudo para ao menos igualar sua melhor campanha da carreira no torneio, repetindo a terceira rodada de 2018. Seu próximo oponente sai do confronto entre o espanhol Roberto Carballes e o canadense Vasek Pospisil.

Curiosamente, se vencer mais uma e chegar à terceira fase, Tiafoe pode cruzar justamente com seu algoz de três anos atrás, quando derrubou os veteranos Fernando Verdasco e Julien Benneteau para perder para Karen Khachanov de virada, depois de abrir 2 sets a 0. O russo é o cabeça de chave 25 e pode rever o norte-americano se ambos chegarem até o terceiro jogo.

Eliminado na estreia mais uma vez, Tsitsipas tem sofrido em suas participações em Wimbledon. Em quatro aparições no torneio, ele perdeu três logo no primeiro jogo (2021, 2019 e 2017) e só uma vez é que conseguiu ir um pouco mais longe, alcançando as oitavas de final em 2018.

Apesar dos 15 aces, de só uma dupla falta e do aproveitamento de 76% com o primeiro saque, o grego sofreu muito com a segunda bola, vencendo apenas 42% dos pontos disputados contra 69% de Tiafoe. Outro ponto chave para o resultado final foi o desempenho de Tsitsipas nos break-points, que não converteu um sequer dos sete que teve e perdeu quatro dos oito que encarou.

Por sua vez, o norte-americano fez uma ótima partida e se mostrou bem mais adaptado à grama. Ele anotou um erro não forçado a mais que Tsitsipas (23 a 22), mas compensou com as bolas vencedoras (43 a 35). Tiafoe ainda anotou sete aces e venceu 24 pontos em 40 subidas à rede.

Comentários