Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Bia vence a 2ª no quali e fica mais perto de Wimbledon
23/06/2021 às 13h48

Campanha até a fase final do quali já rende 30 pontos no ranking, com possibilidade de 40 se vencer mais uma

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Em seu segundo compromisso no qualificatório de Wimbledon, Beatriz Haddad Maia conseguiu mais uma vitória e agora só precisa vencer mais um jogo para garantir vaga na chave principal do Grand Slam londrino. Bia superou nesta quarta-feira a belga Ysaline Bonaventure, 128ª do ranking, por 7/6 (7-2) e 6/1. Já na fase final do quali, ela encara a norte-americana Katie Volynets, jovem de 19 anos e 200 do mundo, em confronto inédito no circuito.

Aos 25 anos, Bia tenta disputar sua sétima chave principal de Grand Slam e a terceira em Wimbledon. A número 1 do Brasil e 188ª do ranking chegou duas vezes à segunda rodada nas quadras de grama em Londres. Há dois anos, em sua última participação em Slam, chegou a vencer a ex-número 1 do mundo Garbiñe Muguruza em sua partida de estreia.

A campanha no quali de Wimbledon já está rendendo 30 pontos no ranking, com possibilidade de 40 pontos para quem garantir vaga na chave principal. Ela não tem pontos a defender, e descarta apenas sete, de seu 16º e último resultado válido para o ranking. A premiação em dinheiro para a fase final do quali é de 25.500 libras esterlinas.

Brasileira salvou set-point na 1ª parcial, e depois dominou
Bia começou a partida encarando alguns games longos em seu serviço. Ela escapou de três break-points para buscar o empate por 3/3, mas perdeu o saque dois games mais tarde. Dessa forma, Bonaventure chegou a liderar por 5/3 e sacar para o set, mas a brasileira escapou de um set-point e devolveu a quebra. O tiebreak também começou melhor para a belga, que abriu 2-0, mas Bia venceu sete pontos seguidos.

Na abertura do segundo set, Bia escapou de um break-point, e logo depois conseguiu uma quebra. Na sequência, a canhota paulista passou a sacar muito bem e só perdeu mais um ponto em seu serviço, além de conseguir uma nova quebra antes de definir a disputa.

Comentários