Notícias | Dia a dia
Após imprevistos na viagem, Melo já treina em Londres
21/06/2021 às 20h32

Por conta da chuva desta segunda-feira, o mineiro intensificou a preparação física na academia

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de enfrentar imprevistos na viagem para chegar a Londres, Marcelo Melo já está na capital inglesa, iniciando a preparação para Wimbledon. Melo, que saiu do Brasil no último sábado e fez escala em Zurique, na Suíça, foi inicialmente impedido de embarcar, mesmo seguindo todos os procedimentos orientados pela organização do Grand Slam. Solucionado o problema, precisou esperar por novo voo e, ainda, aguardar por melhores condições climáticas para enfim seguir para a Inglaterra.

"Estamos em Wimbledon, a preparação já começou, depois de toda saga para chegar. Mas valeu a pena, deu tudo certo", disse Marcelo Melo, que viajou acompanhado do seu técnico e irmão, Daniel Melo, e do preparador físico Chris Bastos. Com chuva nesta segunda-feira em Londres, o treinamento foi realizado apenas na academia, focado na preparação física.

"Como sempre, é um prazer enorme voltar a jogar aqui, poder ver as quadras de grama. Hoje ainda não foi possível treinar em quadra. Está chovendo. Porém, iniciamos os treinos no ginásio. Seguimos firmes, passo a passo, temos praticamente nove dias de preparação, tanto de quadra como física", acrescentou o mineiro, que joga ao lado do polonês Lukasz Kubot. A parceria tem um título de Wimbledon, conquistado em 2017.

Outra meta para Marcelo Melo é a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em parceria com Bruno Soares. Faltam 33 dias para o início dos Jogos e os mineiros buscam uma medalha inédita para o tênis brasileiro. Nas duas vezes em que estiveram juntos nos Jogos, em Londres-2012 e na Rio-2016, Melo e Soares chegaram até as quartas de final. Já em Pequim-2008, o mineiro atuou ao lado de André Sá e parou nas oitavas.

"É realmente muito especial, importante poder representar o Brasil nas Olimpíadas, o maior evento esportivo do mundo. Eu e o Bruno estamos classificados e isso é um prazer enorme tanto para mim, como para ele. Vamos atrás dessa medalha tão sonhada por nós dois, pelo tênis brasileiro, pelo Brasil", afirmou o veterano de 37 anos. "Vamos fazer o possível para chegar lá e jogar da melhor forma. Teremos um tempo para treinar juntos e fazer a preparação necessária. Com certeza, daremos o máximo. Acho que temos condições de conquistar uma medalha. Seria um sonho para coroar nossas carreiras".

Comentários
Loja - camisetas
Tennis Camp