Notícias | Dia a dia
Ótimo aproveitamento na grama anima Berrettini
20/06/2021 às 17h09

Berrettini venceu 16 dos últimos 18 jogos que fez em quadras de grama

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Campeão do ATP 500 de Queen's, em Londres, Matteo Berrettini chegará a Wimbledon carregando um ótimo retrospecto em quadras de grama. Com as cinco vitórias seguidas na semana, o italiano chegou à marca de 18 triunfos em 23 partidas disputadas no piso. A conquista do torneio londrino foi sua segunda nessa superfície, já que ele também foi campeão em Stuttgart em 2019. Nos últimos 18 jogos que fez na grama, Berrettini venceu 16.

"Foi uma semana inacreditável. Quando você vence um torneio, é sinal de que está jogando bem. Mas acho que durante o torneio, eu estava aumentando meu nível a cada partida", disse Berrettini, após vencer a final deste domingo contra o britânico Cameron Norrie por 6/4, 6/7 (5-7) e 6/3 em 1h57. Esta foi a única partida dele em três sets na semana, após quatro vitórias em sets diretos nas fases iniciais.

"Acho que hoje tive que jogar meu melhor tênis, especialmente nos pontos importantes. Estou muito feliz com meu desempenho", avalia o italiano de 25 anos e número 9 do mundo. "Cameron fez uma grande partida. Ele é um adversário muito difícil, canhoto, e me fez trabalhar muito. Nunca jogamos um contra o outro e acho que este ano ele mostrou como pode jogar bem em todos os pisos.

Primeiro italiano a vencer o torneio na Era Aberta, Berrettini é também o primeiro jogador a conquistar o ATP de Queen's logo em seu ano de estreia no evento. O último a fazer isso havia sido o alemão Boris Becker em 1985. "Só de pensar em ter o meu nome ao lado do Boris é uma loucura. Eu sonhava em jogar este torneio. Eu assistia aos jogos quando era criança e agora tive a chance de erguer o troféu, então é um sonho realizado", comenta o italiano, que comemora seu quinto e mais importante troféu da carreira.

Por sua vez, Norrie disputou sua quarta final de ATP na carreira e a terceira na temporada, mas ainda busca seu primeiro título, aos 25 anos. Em 2021, ele já havia ficado com o vice-campeonato nas quadras de saibro de Lyon e Estoril. De quebra, o atleta da casa poderia se tornar apenas o segundo britânico a vencer o torneio na Era Aberta, juntando-se ao pentacampeão Murray.

"Acho que joguei bem. Mas no primeiro set, eu apenas permiti uma quebra a ele, e não tive nenhuma chance em seu saque", avaliou o britânico. "Mas ele é um adversário difícil, obviamente, porque estava sacando muito bem, inclusive com o segundo serviço. Então você volta a sacar muito rapidamente. Obviamente não é fácil, mas fiz tudo o que pude".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva