Notícias | Dia a dia
Vinda do quali, Samsonova derruba Azarenka na semi
19/06/2021 às 12h53

Liudmila Samsonova já venceu seis jogos seguidos nas quadras de grama de Berlim

Foto: Jimmie48/WTA

Berlim (Alemanha) - A surpreendente semana de Liudmila Samsonova no WTA 500 de Berlim ganhou mais um capítulo neste sábado, quando a russa de 22 anos e apenas 106ª colocada no ranking mundial marcou sua sexta vitória seguida e garantiu vaga na final do torneio alemão em quadras de grama. Vinda do qualificatório, Samsonova derrotou a bielorrussa Victoria Azarenka, ex-número 1 e atual 16ª do mundo, por 6/4 e 6/2 em apenas 1h06 de partida.

Samsonova disputará apenas sua primeira final de WTA na carreira. Até então, seu melhor resultado na elite do circuito havia sido uma semifinal no saibro de Palermo em 2019. Durante a campanha em Berlim, ela derrotou a promessa alemã de 17 anos Noma Noha Akugue e a croata Ana Konjuh no quali, e também superou a tcheca Marketa Vondrousova, a russa Veronika Kudermetova e a norte-americana Madison Keys pela chave principal.

A adversária de Samsonova na final prevista para às 10h30 (de Brasília) deste domingo será a suíça Belinda Bencic, número 12 do mundo e adversária inédita em sua carreira. Bencic está com 24 anos e tem quatro títulos nos circuito. A suíça já venceu um torneio na grama, ainda na temporada de 2015 em Eastbourne, e disputou outras duas finais no piso.

Pela campanha em Berlim, Samsonova já está acumulando 330 pontos no ranking, sendo 305 pelas quatro vitórias da chave principal e mais 25 por ter furado o quali. Com isso, ela não apenas entra no top 100 como já consegue se firmar entre as 80 melhores do mundo. Se for campeã, termina a semana com 495 pontos e se aproxima da 65ª posição.

Russa apostou em jogo agressivo desde o início
Como já havia mostrado em suas partidas anteriores no torneio, especialmente na recente vitória contra Keys, Samsonova apostou em seu estilo de jogo agressivo e de muita potência nos golpes para não dar chances a Azarenka. A russa conseguiu uma quebra de serviço logo no game de abertura e sustentou a vantagem até o fim do primeiro set, tendo escapado dos três break-points que enfrentou na parcial. O máximo que Azarenka conseguiu fazer foi evitar uma nova quebra que ampliaria a diferença no placar. Nas estatísticas, Samsonova já tinha 9 aces e 17 winners até o fim do set.

O domínio da russa continuou no início do segundo set, quando ela venceu 16 dos primeiros 20 pontos disputados para conseguir duas quebras seguidas e abrir 4/0 no placar. Azarenka ainda salvou dois break-points no quinto game, que poderiam encaminhar um 'pneu'. Samsonova cedeu apenas cinco pontos em seu saque durante o segundo set e não foi mais ameaçada. Ela terminou a partida com 11 aces, liderou a contagem de winners por 24 a 14 e cometeu apenas 6 erros não-forçados contra 10 de Azarenka.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva