Notícias | Dia a dia
Djokovic: 'Deixo que especialistas falem sobre o Goat'
17/06/2021 às 15h48

Belgrado (Sérvia) - Campeão de Roland Garros e agora dono de 19 títulos de Grand Slam, apenas um a menos que o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal, o sérvio Novak Djokovic preferiu sair pela tangente ao ser questionado sobre a discussão do maior de todos os tempos (Goat). Em entrevista à mídia sérvia, reproduzida pelo Tennis Majors, o número 1 do mundo deixou a discussão para os especialistas e os fãs.

“Entendo que as pessoas gostem de debater o Goat e queiram tirar algo de nós sobre esse assunto. Não sei o que Rafa (Nadal) e Roger (Federer) respondem, mas não quero especular muito sobre quais são os fatores decisivos e quais não são. Deixo isso para os analistas do tênis e também para os fãs. Para mim, vencer Slams representa uma grande satisfação e motivação, esses são os maiores torneios”, falou Djokovic.

Cada vez mais escrevendo seu nome na história do tênis, o sérvio não se dá por satisfeito com o que já conseguiu. "Escrever a história me inspira e me empurra para a frente. É fenomenal o que tenho conseguido fazer, vencer todos os Slams e Masters pelo menos duas vezes. É um fato que me deixa muito feliz, mas não creio que deva dar a minha opinião sobre o debate: continuo ativo e continuo a construir o meu próprio caminho autêntico”, disse.

“Vou continuar lutando para ganhar Slams, porque isso é algo que provavelmente conta mais, junto com o recorde histórico de semanas como número 1”, opinou o atual líder do ranking por 325 semanas e contando.

Se Nadal anunciou nesta quinta-feira que não irá participar de Wimbledon e nem dos Jogos Olímpicos, o sérvio está de olho em ambos, principalmente porque ainda sonha em conseguir fechar o Golden Slam nesta temporada.

“Quero estar no meu melhor em Wimbledon, mas também no US Open e nos Jogos Olímpicos, essas são minhas prioridades até o final do ano. O cronograma é muito duro, são apenas 10 a 15 dias entre Wimbledon e as Olimpíadas, o que não é o ideal, mas não é a primeira vez que estou nesse tipo de situação. Estou satisfeito com a maneira como tenho me recuperando fisicamente, mentalmente e emocionalmente”, finalizou Djokovic.

Comentários
Loja - camisetas
Tennis Camp