Notícias | Dia a dia
O universitário que ajudou Djokovic a vencer Nadal
16/06/2021 às 11h14

Hattiesburg (EUA) - Um jovem tenista do circuito universitário norte-americano teve importante papel na espetacular campanha de Novak Djokovic em Roland Garros, especialmente na histórica vitória de semifinal em cima de Rafael Nadal. Por quê? Porque Leo Bresson é canhoto.

A história foi contada no diário Hattiesburg American, onde fica a universidade William Carey, e revelada por seu treinador Marc Lux.

Bresson é francês, natural de Virey City, na Normandia, e foi a Roland Garros acompanhar o torneio. No ranking nacional universitário norte-americano, ele aparece como segundo do ranking e foi considerado a revelação da temporada passada.

"Djokovic estava à procura de um canhoto para fazer uma preparação mais adequada um dia antes do duelo contra Nadal e aí soube que Leo estava lá, do seu currículo, e assim o chamou para participar do treino", contra Lux.

Bresson ficou obviamente entusiasmado com a oportunidade que teve. "Não há muitos que conseguem treinar com o número 1 do mundo no meio de um Grand Slam", afirmou o universitário, que aposta em futuro ainda melhor para Djokovic. "Ele é uma lenda no esporte e acredito que ao final de sua carreira terá mais troféus de Slam do que Nadal ou Roger Federer".

Ele retorna no próximo mês para a universidade para completar os estudos em Economia.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva