Notícias | Dia a dia
Murray faz grande jogo e volta a vencer na grama
15/06/2021 às 13h43

Murray sequer enfrentou break-points na partida desta terça-feira contra Benoit Paire

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - A estreia de Andy Murray no ATP 500 de Queen's, em Londres, foi com resultado positivo. Em apenas 1h05 de partida, o ex-número 1 do mundo superou o francês Benoit Paire, 46º colocado, por 6/3 e 6/2. Cinco vezes campeão do torneio, Murray não vencia uma partida na grama desde 2018 em Eastbourne e sua última vitória em Queen's havia sido na final de 2016.

Atualmente no 124º lugar do ranking aos 34 anos, Murray tem sofrido com muitas lesões nos últimos anos. O britânico já passou por duas cirurgias no quadril, e recentemente sofreu com um problema na virilha que também reduziu seu calendário. Em 2021, atuou em simples apenas no challenger italiano de Biella, e nos ATPs de Montpellier e Roterdã, além de ter disputado a chave de duplas do Masters 1000 de Roma.

Murray agora terá a difícil missão de enfrentar o italiano Matteo Berrettini, número 9 do mundo e principal cabeça de chave do torneio, que venceu o compatriota Stefano Travaglia por 7/6 (7-5) e 7/6 (7-4). A vitória mais recente do britânico contra um top 10 foi sobre o alemão Alexander Zverev no Masters 1000 de Cincinnati do ano passado. O britânico venceu o único duelo anterior contra Berrettini, disputado em 2019 em Pequim.

Murray não enfrentou break-points na partida
Apesar de toda a falta de ritmo por ter atuado em poucos torneios na temporada, Murray fez uma apresentação de bom nível e sequer enfrentou break-points em seus games de serviço. Além do excelente aproveitamento no saque, o britânico também mostrou boa movimentação do fundo de quadra e explorou as frequentes subidas de Paire à rede para aplicar suas já características passadas, ora com o forehand na paralela, ora com o backhand na cruzada.

O primeiro set teve apenas uma quebra, obtida por Murray ainda no começo do jogo, para vencer três games seguidos e abrir 4/1. Já na parcial seguine, o britânico precisou reverter um 0-30 em seu saque, mas seguiu sem enfrentar oportunidades de quebra. Depois que o placar estava empatado por 2/2, o ex-número 1 retomou o domínio e venceu quatro games seguidos. Murray liderou a estatística de winners por 20 a 15 e cometeu 13 erros contra 6 de Paire.

Ainda em quadra após a partida, Murray se emocionou ao se lembrar da longa trajetória para voltar às quadras e reafirmou seu amor pelo tênis, motivo que o faz continuar jogando até hoje. "Eu amo jogar tênis... Obviamente, é para competir assim que eu treino tão duro. Nos últimos anos eu não pude jogar tanto quanto eu gostaria, então é ótimo que eu esteja aqui e em condições de competir de novo".

Comentários
Loja - camisetas
Tennis Camp