Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Zidansek vence Badosa e faz história para a Eslovênia
08/06/2021 às 10h06

Paris (França) - Quase 30 anos após declarar sua independência da Iugoslávia, a Eslovênia pode comemorar a primeira semifinalista de Grand Slam de sua história. Nesta terça-feira a atual 85 do mundo Tamara Zidansek se tornou a primeira tenista a conseguir tal feito ao bater a espanhola Paula Badosa em batalha de 3 sets e placar final de 7/5, 4/6 e 8/6.

Primeira semifinalista de Roland Garros em 2021, a eslovena de 23 anos chegou ao torneio com apenas três vitórias em oito participações em Slam e jamais havia sequer passado da segunda rodada. No saibro parisiense ela mais que dobrou o seu número de vitórias e garantiu a melhor campanha da carreira neste nível.

Com a belíssima campanha que vai fazendo em Roland Garros neste ano, Zidansek dará um grande salto no ranking e entrará pela primeira vez no top 50, superando a maior marca ante então alcançada (56ª). Ao chegar na semi, a eslovena vai subindo provisoriamente para o 47º lugar, poderá chegar ao 32º posto se for para final e ao 22º se for campeã.

O próximo desafio no caminho da eslovena será a vencedora da segunda partida feminina do dia, entre a russa Anastasia Pavlyuchenkova e a cazaque Elena Rybakina. Ela nunca enfrentou a russa pelo circuito e perdeu na única vez que cruzou com a cazaque.

A partida que abriu as quartas de final foi disputadíssima e definida nos detalhes. Já no primeiro set ficou claro que não seria fácil para nenhuma das duas conseguir a vitória. Badosa abriu 3/0 com duas quebras, mas logo em seguida perdeu a vantagem e a decisão aconteceu só no 12º game, quando a espanhola amargou mais um break.

Badosa não se abateu com a parcial de desvantagem e o 2/4 que encarou no segundo set, conseguindo uma bela arrancada com quatro games vencidos na sequência para empatar o jogo e levar a definição para o terceiro.

O set que decidiria a vencedora começou com Zidansek fazendo 2/0 e logo depois Badosa igualando para 2/2. Sem tiebreak, a definição só aconteceu depois do 6/6 e veio em dois games cheios de alternativas. A espanhola perdeu três chances de quebra no 13º e depois de se salvar a eslovena aproveitou para dar o bote, bateu o saque da rival e fechou o jogo no segundo match-point que teve.

Comentários