Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Zverev arrasa Nishikori e volta às quartas em Paris
06/06/2021 às 18h26

Zverev repete as melhores campanhas da carreira em Roland Garros

Foto: Divulgação

Paris (França) - Com bastante tranquilidade, Alexander Zverev venceu seu quarto jogo em Roland Garros e garantiu seu lugar nas quartas de final. O alemão superou o japonês Kei Nishikori, experiente jogador de 31 anos e 49º do ranking, com parciais de 6/4, 6/1 e 6/1 em 1h54 de partida neste domingo.

Aos 24 anos, Zverev faz sua quarta participação em Roland Garros e chega pela terceira vez às quartas de final. Ele já repete suas melhores campanhas em Paris, mas têm no currículo uma semifinal na Austrália e um vice-campeonato no US Open do ano passado. Durante a temporada de saibro, o alemão teve como principal resultado o título do Masters 1000 de Madri.

Zverev agora enfrenta o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, de 22 anos e 46 do ranking. Os dois duelos anteriores foram vencidos pelo atual número 6 do mundo. Ele levou a melhor nas quadras duras e Nova York e Colônia na última temporada.

Já Nishikori, ex-número 4 do mundo, não conseguiu repetir seus melhores resultados em Paris. O japonês já havia alcançado as quartas em três oportunidades, a última delas em 2019. Ele conseguiu duas vitórias em cinco sets nas duas primeiras rodadas, mas já havia perdido para Zverev duas vezes este ano, nos torneios de Madri e Roma, durante sua preparação para o Grand Slam francês.

Dominante desde o início da partida, Zverev abriu 3/0 logo de cara, tendo vencido 12 pontos e perdido apenas quatro. O alemão sofreu uma quebra de serviço, que acabou permitindo o empate por 3/3, mas depois não teria mais o saque ameaçado até o fim do primeiro set e voltou a pressionar o serviço do japonês para conseguir uma nova quebra e fechar a parcial.

Apesar de ter enfrentado alguns games longos em seu saque no início do segundo set, Zverev escapou dos dois break-points que enfrentou e conseguiu duas quebras para abrir 5/0 no placar e administrar a vantagem. O roteiro do terceiro set foi parecido, com o alemão estabelecendo 3/0 rapidamente. Nishikori até devolveu uma das quebras, mas voltaria a perder o saque em outras duas ocasiões.

Nas estatísticas, chama atenção o fato de Nishikori só ter confirmado o saque quatro vezes, permitindo oito quebras ao rival. O japonês venceu apenas 40% dos pontos jogados com seu primeiro saque e acabou enfrentando onze break-points durante a partida. Zverev liderou nos winners por 25 a 16 e cometeu 26 erros contra 36 do rival.

Comentários