Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Em seu melhor jogo, Medvedev passa fácil por Opelka
04/06/2021 às 13h06

Medvedev chegou a Paris com apenas uma vitória na fase europeia de saibro

Foto: FFT

* atualizado às 13h06 com vitória de Garin

Paris (França)
- Depois de enfim quebrar o amargo tabu de nunca ter vencido em Roland Garros, o russo Daniil Medvedev se mostra cada vez mais à vontade sobre o saibro parisiense. Nesta sexta-feira, dominou com grande competência o gigante sacador Reilly Opelka e avançou sem perder set, com as parciais de 6/4, 6/2 e 6/4.

O número 2 do mundo chega assim pela primeira vez às oitavas do Aberto francês e espera agora um verdadeiro especialista no piso: o chileno Cristian Garin, que confirmou o favoritismo sobre o também norte-americano Marcos Giron com placar de 6/1, 5/7, 6/2 e 6/2. Os dois se cruzaram em Madri semanas atrás e Garin venceu em três sets.

O saibro é de longe a superfície mais frágil do russo. Das 182 vitórias de primeira linha que tem na carreira, apenas 14 foram no saibro. Nesta temporada, chegou a Paris com apenas uma vitória na fase europeia, onde ainda contraiu o coronavírus antes de jogar Madri e Roma, mas compensou com boas atuações nesta semana diante de Alexander Bublik e Tommy Paul.

Curiosamente, Medvedev anotou mais aces do que Opelka na partida - 10 contra 5 - e conseguiu muitas vezes manter o adversário no fundo de quadra, onde Opelka é muito mais vulnerável, a ponto de ter vencido apenas 10 dos 27 lances em que usou o segundo serviço.

Mesmo tendo acertado 69% do poderoso primeiro serviço, Opelka salvou 11 de 16 break-points que permitiu, enquanto Medvedev perdeu o saque uma única vez logo no começo da partida, quando permitiu 3/1 a Opelka. Mas quebrou imediatamente de volta e repetiu a dose no sétimo game, iniciando então um domínio absoluto. Terminou com apenas 16 erros não forçados e 28 winners.

"Foquei apenas no meu jogo, condições estavam perfeitas para mim hoje", afirmou o vencedor na entrevista em quadra sobre o dia mais carrancudo e também sobre o piso um pouco mais lento.

Comentários