Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Monteiro perde no 5º set e se despede de RG
02/06/2021 às 18h01

Monteiro poderia ter igualado o melhor resultado da carreira em um Grand Slam

Foto: Arquivo

Paris (França) - A participação de Thiago Monteiro em Roland Garros chegou ao fim nesta quarta-feira, ainda na segunda rodada do Grand Slam parisiense. O número 1 do Brasil e 80º do ranking protagonizou uma batalha de cinco sets contra o norte-americano Steve Johnson, 88º colocado, e acabou derrotado com as equilibradas parciais de 6/3, 6/7 (2-7), 7/6 (7-2), 3/6 e 6/3 em 3h49 de partida.

Este foi o quarto jogo na carreira de Monteiro a ser decidido no quinto set e ele tem apenas uma vitória. O cearense de 27 anos também tinha a chance de igualar o melhor resultado da carreira em Grand Slam, que foi a terceira rodada de Paris do ano passado. Em sua carreira profissional, ele acumula seis vitórias em chaves principais de Slam. Na estreia, ele havia vencido o argentino Francisco Cerundolo em sets diretos.

O equilíbrio da partida aparece nos números. A partida teve treze quebras de serviço, 7 a 6 para Johnson e 29 break-points, sendo 15 para o norte-americano e 14 para o brasileiro. Johnson também liderou a estatística de winners por 61 a 60, cometendo 55 erros contra 42. Curiosamente, Monteiro venceu mais pontos, 166 contra 164 de seu adversário.

Inicialmente inscrito para o torneio de duplas, Monteiro também não poderá atuar na competição após a desistência de seu parceiro, o australiano John Millman. Já Johnson encara na próxima fase o espanhol Pablo Carreño Busta, que venceu o francês Enzo Couacaud por 2/6, 6/3, 6/4 e 6/4.

Início de partida com Johnson em vantagem
Johnson venceu oito dos primeiros nove pontos da partida e já largou com 2/0, mas Monteiro conseguiu devolver a quebra e buscar o empate. No entanto, o brasileiro não conseguia mais pressionar o saque do adversário até o fim do primeiro set e teve seus serviços constantemente ameaçados. Johnson aproveitou o sétimo break-point que teve na parcial para conseguir uma nova quebra e fechar o set.

Segundo e terceiro sets decididos no tiebreak
Monteiro foi muito mais eficiente em seu saque durante o segundo set, ao disparar nove aces e ceder apenas oito pontos em seus games de serviço. Ele também foi o primeiro a quebrar, chegando a liderar a parcial por 4/2. Apesar de ter permitido o empate, Monteiro conseguiu fazer um ótimo tiebreak, sustentando alguns ralis longos e fazendo winners para empatar a partida.

O terceiro set também teve uma quebra para cada lado, sendo que Johnson chegou a liderar por 5/2, e novamente foi definido no tiebreak. Mas desta vez, Monteiro não repetiu o desempenho da parcial anterior e cometeu cinco erros, o que possibilitou ao norte-americano abrir vantagem no placar.

Monteiro reagiu no 4º set, mas não resistiu no 5º
A situação do jogo se agravou para Monteiro depois que ele sofreu uma quebra no início do quarto set e chegou a estar perdendo por 3/1. Mas o cearense conseguiu uma reação muito expressiva no fim do quarto set. Com mais paciência para a construção dos pontos, ele reduziu de forma significativa o número de erros e conseguiu vencer cinco games seguidos.

O set decisivo começou com games longos, mas os sacadores conseguiam escapar dos break-points que enfrentavam. Novamente, Johnson foi o primeiro a quebrar e liderou por 4/2. Monteiro até conseguiria devolver a quebra, mas voltaria a perder o saque logo na sequência, após um ótimo lob do norte-americano. Sacando para o jogo, o experiente tenista de 31 anos definiu a disputa em seu serviço.

Comentários