Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Osaka é multada por RG e ameaçada de suspensão
30/05/2021 às 12h34

Japonesa corre o risco de ser desclassificada do torneio e suspensa dos próximos Grand Slam

Foto: Jimmie48/WTA

Paris (França) - A organização de Roland Garros anunciou neste domingo que a número 2 do mundo Naomi Osaka foi multada em US$ 15 mil por não conceder a entrevista coletiva obrigatória após sua vitória na primeira rodada da competição. A punição já era esperada desde que a tenista anunciou na última quarta-feira que não daria entrevistas durante o torneio. Entretanto, o comunicado informou também que Osaka está sujeita a novas sanções, e muito mais graves, que incluem a desclassificação do torneio e suspensão dos próximos Grand Slam.

Osaka venceu neste domingo a romena Patricia Maria Tig, 63ª colocada, por 6/4 e 7/6 (7-4) em 1h47 de partida. Ela está escalada para enfrentar outra romena, Ana Bogdan, 102ª do ranking, na segunda rodada do torneio.

"Naomi Osaka anunciou na última quarta-feira nas redes sociais que não participaria das entrevistas obrigatórias para a imprensa durante Roland Garros em 2021. Após esse anúncio, a organização de Roland Garros pediu para que ela reconsiderasse sua posição e tentou, sem sucesso, falar com ela sobre seu bem-estar, a fim de entender as especificidades de seu problema e o que poderia ser feito para resolvê-lo no local", diz a nota publicada neste domingo.

Japonesa pode ser desclassificada do torneio e ficar fora dos Slam
"Após a falta de engajamento de Naomi Osaka, que hoje optou por não honrar suas obrigações contratuais com a mídia, o árbitro geral de Roland Garros, portanto, aplicou-lhe uma multa de US$ 15 mil, de acordo com o artigo III H. do Código de Conduta. O Australian Open, Roland Garros, Wimbledon e o US Open escreveram em conjunto para ela para verificar seu bem-estar e oferecer apoio, sublinhar seu compromisso com o bem-estar de todos os atletas e sugerir diálogo sobre as questões. Ela também foi lembrada de suas obrigações, as consequências de não cumpri-las e que as regras devem ser aplicadas igualmente a todos os jogadores", seguiu a nota oficial.

"Avisamos a Naomi Osaka que se ela continuar a ignorar suas obrigações com a mídia durante o torneio, ela estará se expondo a possíveis consequências de violação do Código de Conduta. Como seria de se esperar, as violações repetidas atraem sanções mais duras, incluindo desclassificação do torneio (Código de Conduta, artigo III T.) e o desencadeamento de uma investigação de Ofensa Grave, que pode levar a multas mais substanciais e futuras suspensões dos torneios do Grand Slam (Código de Conduta, artigo IV A.3.)".

"Queremos sublinhar que existem regras para garantir que todos os jogadores sejam tratados exatamente da mesma forma, independentemente da sua estatura, crenças ou realizações. Como esporte, não há nada mais importante do que garantir que nenhum jogador tenha uma vantagem injusta sobre outro", acrescenta o comunicado. "Todos os Grand Slams permanecem comprometidos em revisar e discutir continuamente as oportunidades, junto com os circuitos e com os jogadores, para melhorar todos os aspectos da experiência do atleta, incluindo a relação com a mídia. Mas consideramos que isso só é alcançado por meio de discussões respeitosas e construtivas".

Comentários