Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Medvedev tem chance de nº 1, mas precisa ir à final
29/05/2021 às 21h52

Medvedev precisa pelo menos chegar à final para ter chances de ultrapassar Djokovic no ranking

Foto: Loic Wacziak/FFT

* Corrigido às 21h51 com pontuações corretas

Paris (França) -
Vice-líder do ranking mundial e ainda em busca de seu primeiro título de Grand Slam, Daniil Medvedev tem chances matemáticas de assumir a primeira posição após o Grand Slam francês. Mas para isso, ele precisa reverter um histórico muito negativo na capital francesa.

Medvedev precisa pelo menos chegar à final para ter alguma possibilidade de ultrapassar o número 1 do mundo Novak Djokovic. Ele pode ultrapassar o sérvio, ou ainda com o vice desde que o rival não seja finalista em Paris. Mas o russo de 25 anos nunca venceu um jogo sequer em Roland Garros, em quatro participações no torneio.

Acompanhe o cálculo pela liderança do ranking
Com o recente título de Djokovic no ATP 250 de Belgrado, o sérvio irá para 11.313 pontos. Ele foi finalista em Paris no ano passado e fez 1.200 pontos, mas pode manter 600 independentemente da campanha que fizer em Paris, por conta do sistema de pontuação em vigor na ATP até agosto de 2022. Com isso, ele fica no mínimo com 10.713, o que obriga o russo a ser pelo menos finalista se quiser ultrapassá-lo.

Se Djokovic for semifinalista, ficará com 720 pontos em Paris e 10.833 no total, e novamente obriga o russo a ser finalista. Um vice-campeonato manteria a pontuação atual do sérvio e então Medvedev precisará do título. Se for bi em Paris, o sérvio subirá para 12.113.

Já Medvedev está com 9.793 no momento e defende tão somente 10 pontos em Paris. Como ele só tem a somar, pode chegar a 11.783 em caso de título ou a 10.983 com vice-campeonato.

Comentários