Notícias | Dia a dia
Orlando Luz e Matheus Pucinelli jogam finais de ITF
29/05/2021 às 09h44

Orlando Luz tenta conquistar seu oitavo título na carreira e o primeiro na temporada

Foto: Arquivo

Kiseljak (Bósnia) - Os dois brasileiros que entraram em quadra neste sábado para as semifinais de torneios do circuito da profissional ITF venceram seus jogos. O gaúcho Orlando Luz e o paulista Matheus Pucinelli disputarão no domingo as finais em suas respectivas competições.

Um dia depois de eliminar o cabeça 1 do ITF M25 de Kiseljak, na Bósnia, Matheus Pucinelli garantiu vaga na final depois de vencer o anfitrião Aldin Setkic, 444º do ranking, por 6/4 e 6/2. O jovem paulista de 20 anos e número 518 do mundo espera pelo vencedor entre o italiano Francesco Forti e o húngaro Zsombor Piros.

Pucinelli já venceu dois títulos e disputou três finais na temporada. A campanha até a final já rende 12 pontos na ATP, com possibilidade de 20 em caso de título.

A final de duplas terá três brasileiros em quadra. Pucinelli e o brasiliense Gilbert Klier Junior enfrentam o pernambucano João Lucas Reis, que joga lado do holandês Jelle Sels. Reis e Sels venceram a semifinal contra o croata Zvonimir Babic e o alemão Fabian Fallert por 6/4, 3/6 e 10-3.

Orlandinho na primeira final do ano
Principal cabeça de chave do ITF M15 de Antalya, na Turquia, Orlando Luz ganhou do italiano Matteo Gigante por 7/6 (7-4) e 6/4. Vencedor de sete torneios profissionais de simples em nível future, ele disputará a 16ª final da carreira e a primeira do ano. O gaúcho de 23 anos e 333º do ranking enfrentará mais um italiano, Giacomo Dambrosi, jovem de 19 anos e 724º colocado.

"Foi um jogo bem duro. Ele vinha fazendo um torneio impecável, perdendo poucos games e com certeza o veremos fazendo bons resultados este ano porque joga muito bem e tem muita bola. Eu consegui fazer o que precisava. Tinha estudado ele com alguns vídeos e deu certo", disse Orlando Luz após a partida.

"Tive 5/1 e saque no primeiro set, me compliquei, mas venci no tiebreak e me mantive forte de cabeça quando ele equilibrou o jogo. No segundo set, salvei um break-point no 3/4 e consegui quebrar no 4/4. Foi um jogo bastante mental. Saio feliz com a vitória, minha primeira final aqui em simples e espero uma boa batalha amanhã em busca do troféu".

Orlandinho está em sua quarta semana seguida na Turquia, tendo alcançado a terceira semifinal. Ele já garante seis pontos no ranking e pode fazer 10 se for campeão. Nas duplas, ele se junta ao uruguaio Ignacio Carou para a final contra os italianos Andrea Basso e Daniele Capecchi. Orlando Luz tem quatro títulos profissionais de duplas no ano, dois challengers e dois futures.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG