Notícias | Dia a dia
Três belgas são suspensos por investigação criminal
27/05/2021 às 19h10

Arthur de Greef, de 29 anos, é um dos três alvos da investigação em andamento

Foto: Arquivo

Londres (Ingalterra) - Três tenistas belgas foram suspensos provisoriamente nesta quinta-feira pela International Tennis Integrity Agency (ITIA). Os jogadores Romain Barbosa, Arthur de Greef e Alex Witmeur são alvos de uma investigação criminal e de outra investigação realizada pela própria ITIA. Com efeito imediato, eles estão proibidos de competir ou de comparecer a qualquer evento oficial de tênis.

A suspensão provisória foi concedida pelo auditor independente Richard McLaren, com base na seção F.3. do Programa Anticorrupção do Tênis. De acordo com o regulamento, o auditor deve impor imediatamente uma suspensão provisória se estiver convencido de que a pessoa é acusada de um crime, objeto de processo penal, ou está sujeito a uma ordem ou sentença criminal existente. Ou ainda se a acusação, processo, ou sentença relacionada à conduta da Pessoa Coberta que equivaleria a uma 'Ofensa Grave'.

A entidade ainda esclarece que tem o poder de pedir a suspensão provisória de um profissional credenciado a qualquer momento, inclusive antes que um aviso de 'Ofensa Grave' tenha sido emitido ou mesmo antes da realização de uma audiência para o caso. As suspensões provisórias (e suas contestações e revisões) devem ser normalmente determinadas em apresentações por escrito, a menos que o auditor considere necessária uma audiência oral".

Não foram divulgados detalhes sobre a investigação criminal em andamento contra os três tenistas belgas. A entidade, que substitui a Tennis Integrity Unity (TIU), costuma tratar de casos relacionados à manipulação de resultados e envolvimento com o mercado de apostas.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG